Por Onde Anda? Shirley Eaton, a Bond Girl de Ouro


Ao lado de Ursula Andress, Shirley Eaton talvez seja uma das mais icônicas Bond Girls da saga 007. Sua personagem, Jill Masterson, morreu coberta de ouro em 007 Contra Goldfinger (Goldfinger, 1964), estrelado por Sean Connery.

Shirley Eaton e Sean Connery

Shirley Jean Eaton nasceu em Middlesex, Inglaterra, em 12 de janeiro de 1937. Eaton estreou nos palcos ingleses ainda criança, e aos 13 anos estreou na televisão.

Seu primeiro filme foi Tormenta da Suspeita (Personal Affair, 1953), em uma pequena participação, não creditada. Nos anos seguintes, atuou em diversos filmes ingleses, em papéis pequenos, mas cada vez com mais destaque. Foi o produtor Alexander Korda quem investiu em sua carreira, tentando fazer da atriz uma estrela.

Gordon Jackson, Ronald Lewis e Shirley Eaton em Sailor Beware (1956)

Com a morte de Korda, em 1956, Eaton assinou contrato com o Estúdio Rank, onde além de ingênuas mocinhas, pode interpretar vilãs, além de atuar em diversas comédias da franquia "Carry On", muito popular na Inglaterra, na época.

Eaton chamou a atenção da crítica internacional em Caçadores de Mulheres (The Girl Hunters, 1963), onde fazia uma vilã sedutora.

Shirley Eaton em Caçadores de Mulheres

No ano seguinte, ela foi convidada para viver Jill Masterson em 007 Contra Goldfinger, e embora só apareça 16 minutos no filme, sua participação fez dela uma estrela. Caracterizada como a personagem, chegou a ser capa da famosa revista Life.

Eaton já havia atuado em uma super produção de Hollywood dez anos antes, quando não era famosa. Porém, como dublê de Janet Leigh, nas cenas de montaria em O Príncipe Valente (Prince Valliant, 1954).


Eaton conquistou Hollywood, protagonizando a aventura Rinoceronte! (Rhino!, 1964). Depois atuou em Brigada Nua (The Naked Brigade, 1965). E retornou à Inglaterra para atuar em E Não Sobrou Nenhum (Ten Little Indians, 1965), baseado em Agatha Christie. Neste período, também atuou em alguns episódios da série O Santo (The Saint), ao lado de Roger Moore, o segundo James Bond.


Shirley Eaton e Roger Moore em O Santo

De volta aos Estados Unidos, atuou no clássico de ficção científica A Volta ao Mundo Sob o Mar (Around the World Under the Sea, 1966) e na comédia Um Viúvo do Barulho (Eight on the Lam, 1967), ao lado de Bob Hope.

Shirley Eaton e Bob Hope

Na Inglaterra, ainda atuou nos filmes de terror O Milhão de Olhos de Su-Muru (The Million Eyes of Sumuru, 1967) e The Blood of Fu Manchu (1968), este último, dirigido por Jesus Franco. Neste último, ela contracenava com o ator Christopher Lee.

Sob direção de Franco, ainda atuou em A Mulher do Rio (Die Sieben Männer der Sumuru, 1969), rodado na Alemanha.


Em 1957 a atriz casou-se com o empreiteiro Colin Rowe, com quem teve dois filhos. Ela abandonou a carreira de atriz em 1969, quando estava no auge da popularidade, para dedicar-se a criação de seus filhos. Na época, boatos chegaram a dizer que a atriz havia falecido.

Em 1999 deu uma entrevista onde declarou: "Uma carreira é uma carreira, mas mãe você será até o dia em que morrer."

Em 2001, ela fez um pequeno retorno, atuando no curta-metragem Everdream (2001).

Shirley Eaton em Everdream

E em 2015, aos 78 anos de idade, posou para uma sessão de fotos repetindo sua personagem mais famosa do cinema.


Em 2019 faleceu a atriz Tania Mallet, que interpretou sua irmã em 007 Contra Goldfinfer. No mesmo ano, também morreu a sua colega de elenco Nadja Regin.

Shirley Eaton atualmente

0 comentários:

Publicar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil