Judy Tyler, uma estrela interrompida aos 24 anos


O Prisioneiro do Rock (Jailhouse Rock, 1957) é considerado um dos melhores filmes do cantor Elvis Presley, mas o "rei do rock" se recusava a ver a obra, e acredita-se que ele nunca tenha assistido o filme pronto.

Quando o filme foi lançado, em 08 de novembro de 1957, Judy Tyler, sua colega de elenco (e por quem Elvis havia se apaixonado), havia falecido, duas semanas após o término das filmagens.


O Prisioneiro do Rock era o segundo filme de Judy, que nascera com o nome Judith Mae Hess, em 09 de outubro de 1932. Judy era filha de um trompetista que havia trabalhado com Paul Whitman e Benny Goodman, e sua mãe havia sido uma dançarina no Ziegfeld Folies.

Ela estudou balet, música e atuação ainda na infância, e foi eleita Mis Stardust em 1949. O prêmio lhe valeu um contrato como dançarina na famosa boate Copacabana, enquanto ainda estava no secundário.

Aos 17 anos ela estreou na televisão, como uma princesa, no programa Howdy Doody Show (1947). 

Judy Tyler em Howdy Doody Show

Ela deixou o programa após dois anos, e passou a atuar no teatro. Em 1956 ela foi indicada a um prêmio Tony, por seu trabalho em Pipe Dream, na Broadway. A indicação fez a atriz aparecer na capa da famosa revista Life, ao lado da futura estrela Jayne Mansfield, e das atrizes Diane Cilento (primeira esposa de Sean Connery) e Susan Strasberg (filha de Lee Strasberg, o fundador do Actor's Studio).

Sentadas, da esquerda para direita: Judy Tyler, Susan Strasberg, Lois Smith. De pé: Jayne Mansfield e Diane Cilento. Life Magazine, 21 de novembro de 1955.

Em 1957 Judy estreou no cinema, atuando em Bop Girl Goes Calypso (1957), um filme de baixo orçamento, feito para adolescentes, e que exaltava o ritmo musical Calypso, bastante em moda na época. Em seguida a atriz foi escalada para contracenar com Elvis Presley em O Prisioneiro do Rock (Jailhouse Rock, 1957).

Judy Tyler e Elvis Presley em O Prisioneiro do Rock

Elvis se apaixonou pela atriz nas filmagens, mas Judy não correspondeu aos galanteios do cantor. Em 17 de março de 57 ela havia se casado com o jovem ator Gregory LaFayette, que também começava na carreira. 

Em 03 de julho daquele ano, o casal voltava para casa de carro, quando foram ultrapassados por um caminhão. Gregory tentou desviar, e acabou batendo em um veículo. Judy Tyler faleceu na hora, com apenas 24 anos de idade. 

Gregory LaFayette faleceu três dias depois. O jovem ator tinha apenas 19 anos de idade.

Tanto O Prisioneiro do Rock, quando Under Fire (1957), único filme em que Gregory atuou, foram lançados nos cinemas após a morte do casal de atores.

Gregory LaFayette


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil