A atriz Karin Dor, estrela de Topázio, de Alfred Hitchcok



Nascida Kätherose Derr, em Wiesbaden, em 22 de fevereiro de 1938, ela ficou famosa na década de 1960 ao protagonizar filmes de suspense, ainda na Alemanha, baseados na obra do escritor Edgar Wallace, feitos pela produtora Rialto.

Usando o nome artístico de Rose Dor em seus primeiros filmes, a atriz estreou no cinema em A Última Valsa (Der Letzte Walzer, 1953), estrelado por Éva Bartók. Após atuar em muitas produções alemãs, incluindo O Invisível Dr. Mabuse (Die Unsichtbaren Krallen des Dr. Mabuse, 1962), Karen foi convidada para atuar em Com 007 Só Se Vive Duas Vezes (You Only Live Twice, 1967), onde interpretou a vilã Helga Brandt, a primeira Bond Girl interpretada por uma atriz alemã.
Sean Connery e Karin Dor em om 007 Só Se Vive Duas Vezes (You Only Live Twice, 1967).

Em 1969, ela protagonizou Topázio (Topaze, 1969), um dos últimos filmes do mestre de terror e suspense Alfred Hitchcock

No filme, ela interpretou a cubana Juanita de Cordoba, personagem para o qual a atriz brasileira Eva Wilma fez teste e ficou entre as finalistas. Porém, Hitchcock considerou a alemã melhor para o papel de latina. Leia mais sobre esta história aqui.

 Karin Dor durante as filmagens de Topázio (Topaz, 1969).


Karen foi casada três vezes. Seu primeiro casamento foi com o diretor de cinema Harald Reini. Na época, a atriz tinha apenas 16 anos. Ela também foi casada por mais de 20 anos com o diretor de dublês George Robotham, e ficaram casados até a morte dele em 2007.

Seu casamento com Reini ajudou a alavancar sua carreira, tornando-a protagonista de filmes western rodados na Alemanha, como O Tesouro dos Renegados (Der Schatz im Silbersee, 1962) e Winnetou (Winnetou - 2. Teil, 1964), ambos protagonizados pelo ex Tarzan Lex Baker, buscando oportunidades na Europa.



 Lex Baker e Karin Dor em O Tesouro dos Renegados

Após atuar em diversos filmes, inclusive superproduções internacionais, Karen Dor tornou-se uma atriz respeitada nos palcos de seu país.


A peça Der Neurosenkavalier, protagonizada por ela, foi encenada por mais de 500 vezes. Ainda na ativa, seus papéis mais recentes são na série de televisão alemã Rosamunde Pilcher (1998-2011) e no filme O Mundo Fora do Lugar (Die Abhandene Welt, 2015).


 Karin Dor em 2016

Mãe do ator Andreas Rennell, Karen sofreu uma concussão na cabeça no final de 2016, ao sofrer uma queda na rua, após ser atropelada por uma mulher com um carrinho de bebê. A atriz estava ensaiando um novo espetáculo teatral na época, mas nunca conseguiu se recuperar completamente.

Karin Dor, passou a viver em uma clínica de repouso para receber o tratamento adequado, onde faleceu em 08 11 de 2017, aos 79 anos de idade.



Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil