Morre a atriz Patricia Marshall, aos 90 anos de idade


Em 1947 Patricia Marshall estreou no cinema em Tudo Azul (Good News, 1947), um musical da MGM destinado ao público adolescente.

Peter Lawford interpretava o jogador de futebol famoso e mulherengo na faculdade, e Patricia vivia a jovem estudante que balançava o coração do rapaz popular. Tudo Azul era uma refilmagem de Coisas de Estudante (Good News, 1930), um dos primeiros musicais feito em Hollywood.

Vida dos palcos, Patricia havia chamado a atenção na Broadway, quando interpretou o principal papel feminino em Day Before Spring (1945-1946). O sucesso do espectáculo lhe valeu um contrato com a MGM.
Patricia Marshall em Tudo Azul



O filme, que era uma grande aposta do estúdio, foi um grande fracasso, mesmo tendo as estrelas June Alisson e Peter Lawford no elenco. Patricia, Joan McCracken, Ray McDonald e Robert e. Strickland, as novas promessas da MGM não emplacaram na carreira.

Patricia Marshall, em Tudo Azul, com June Alisson no reflexo do espelho

No mesmo ano de sua estreia no cinema, Patricia abandonou o cinema para se casar, embora continuasse cantando. Em 1950 ela estrelou a primeira versão de The Pajama Game e Mr. Wonderful na Broadway.

Ela se separou em 1956, e no mesmo casou-se com o roteirista Larry Gelbart, criador da série M.A.S.H. e indicado ao Oscar por seu trabalho em Alguém Lá em Cima Gosta de Mim (Oh, God!, 1977) e Tootsie (Idem, 1982). Patricia e Gelbart ficaram juntos até a morte dele, em 2009.

Em 1975 ela atuou em um episódio de M.A.S.H., escrito por seu marido, e fez uma pequena ponta em O Prisioneiro da Segunda Avenida (The Prisoner of Second Avenue, 1975).

Patricia faleceu em sua residência, no dia 11 de dezembro de 2018, aos 90 anos de idade.


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil