Morre a atriz Rosenda Monteros, de Sete Homens e um Destino



Morreu no dia 29 de dezembro a atriz mexicana Rosenda Monteros, mais lembrada pelo papel de Petra em Sete Homens e um Destino (The Magnificent Seven, 1960). Ela tinha 83 anos.

Dirigido por John Sturges, o western fez um enorme sucesso na época, e foi indicado ao Oscar de Melhor Trilha Sonora. Rosenda interpretava a nativa Petra, disputada pelos galãs Yul Brynner e Horst Buchhol.

Nascida em Veracruz, em 31 de agosto de 1935, Ronsenda Monteros foi uma importante atriz do teatro, cinema e televisão do México. Mas apesar de trabalhar muito em Hollywood, teve poucos papéis relevantes no cinema norte americano.


Rosenda Monteros

Rosenda estreou no cinema no filme Direito à Vida (Reto a la vida, 1954), uma produção mexicana estrelada por Pedro Armendariz. No México, atuou com estrelas como Ninón Sevilla em Leva-me em Teus Braços (Llévame en tus brazos, 1954), Rossano Brazzi em Feliz Ano, Meu Amor (Feliz año, amor mío, 1957), Angelines Fernández em O Diário de Minha Mãe (El diario de mi madre, 1958), Malú Gatica em Sábado Negro (1959) e  Arturo de Córdova em El esqueleto de la señora Morales (1960).

Em 1955 ela atuou no filme María la Voz (1955), dirigido por Júlio Bracho, com quem se casou. Em 1959 ela atuou em Narazin (Nazarín, 1959), dirigido pelo espanhol Luis Buñel.

O primeiro filme norte-americano que ela atuou foi uma produção de baixo orçamento, rodada no México, chamada A Deusa Loira (The White Orchid, 1954). Ela só voltaria a Hollywood em Sete Homens e um Destino (The Magnificent Seven, 1960), seu filme mais famoso.

Horst Buchholz e Rosenda Monteros em Sete Homens e um Destino
 
Em seguida fez uma nativa do Tahiti em O Aventureiro do Tahiti (Tiara Tahiti, 1962), filme onde também teve bastante destaque.

 Rosana Monteros e John Mills em O Aventureiro do Tahiti

Junto com Ursula Andrews protagonizou Ela (She, 1965), e filmou cenas de The Face of Eve (1968) no Brasil, no então Estado da Guanabara.

John Richards e Rosenda Monteros em Ela

Nos Estados Unidos ela ainda atuou em filmes como Villa, o Temerário (Villa!!, 1958), The Mighty Jungle (1964), Terra Selvagem (Savage Pampas, 1966).

 Rosenda Monteros no colo de Robert Taylor em Terra Selvagem

A partir da década de sessenta, passou a atuar somente no México, onde fez inúmeras peças de teatro, novelas e filmes, até o ano de 2007.

No teatro mexicano, recebeu inúmeros prêmios, e sua morte foi divulgada por José Alfonso Suárez del Real, secretário de cultura da Cidade do México.

Rosenda Monteros em foto recente

Leia também: O galã Bradford Dillman

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil