O Triste Fim de Dana Plato, da Série Arnold


Dana Plato ficou famosa ao interpretar a doce Kimberly Drummond na série Diff'rent Strokes (1978-1986) que no Brasil foi batizada de Arnold (no SBT) e Minha Família é Uma Bagunça (no canal a cabo Nickelodeon).

Como muitos astros mirins, Dana não conseguiu fazer a transição para a carreira adulta com sucesso, e teve uma vida conturbada após a série, falecendo com apenas 34 anos de idade.

 Dana Plato, Gary Colleman Todd Bridges, Conrard Bain e Charlotte Rae em Arnold.

Dana Michelle Strain nasceu em 07 de novembro de 1964. Sua mãe biológica a teve aos 16 anos, e acabou entregando a menina para a adoção. Dana foi adotada pelo casal Dean e Florine Plato, e passou a adotar o nome dos pais adotivos.

Sua mãe adotiva começou a levar e pequena Dana para diversos testes para publicidade e televisão. Aos sete anos a garota já estrelava uma série de comerciais.

Em 1973 ela chegou a fazer teste para estrelar O Exorcista (The Exorcist, 1973), mas perdeu o papel para Linda Blair. Em 1975 ela finalmente estreou como atriz, atuando em um episódio de O Homem de Seis Milhões de Dólares (The Six Million Dollar Man).

Após atuar em um filme feito para a televisão, Dana estreou no cinema como uma menina autista em O Exorcista II: O Herege (Exorcist II: The Heretic, 1977). Em seguida atuou em pequenos papéis nos filmes O Fim (The End, 1978), dirigido e estrelado por Burt Reynolds e Um Apartamento na Califórnia (Califórnia Suite, 1978), uma comédia escrita por Neil Simon.

Em  1977 fez teste para princesa Lea, em Star Wars, mas foi considerada muito nova e 1978 perdeu o papel principal do filme Menina Bonita (Pretty Baby, 1978) para Brooke Shields, mas ganhou o papel na série Arnold (Diff'erent Strokes, 1978-1986), que a consagrou.


Dana interpretava Kimberly Drummond, filha de um empresário rico que adotava dois irmãos negros órfãos. A série produzida pela NBC fez muito sucesso, e tratava de temas polêmicos como racismo, bulimia e abuso infantil. Por seu papel, Dana ganhou fama e dinheiro, e muitos prêmios como atriz juvenil.



Kimberly Drummond inclusive apareceu em outras séries da NBC, como Fatos da Vida (Facts of Life) e Hello, Lary!. E durante a produção de Arnold ela chegou a atuar como atriz convidada em séries como CHIPs e O Barco do Amor (Love Boat).

Mas Dana Plato teve de deixar a série em 1984, após engravidar de seu namorado, o roqueiro Lanny Lambert. Embora já tivesse 20 anos, sua personagem era mais nova na série, e os produtores acharam que uma gravidez não combinaria com a doce e comportada Kimberly. Porém, algumas pessoas especulam quem a demissão da atriz se deu devido aos seus constantes atrasos e problemas nos bastidores, devido ao uso de álcool e drogas. Aos 14 anos, Dana Plato teve sua primeira overdose.

 Mas apesar da fama, a atriz estava marcada demais em um papel. Após ser demitida, Dana Plato viu sua carreira desaparecer. Em 1984 ela casou-se com Lanny Lambert, e deu a luz a seu filho Tyler.

Dana, apesar de ter feito participações especiais na última temporada da série, em 1986, só retomou a carreira em 1989, atuando em Prime Suspect (1989), uma produção de baixo orçamento, estrelada por Frank Stallone (irmão menos famoso de Sylvester Stallone). Neste mesmo ano a atriz colocou silicone nos seios e posou para a revista Playboy, tentando deixar para trás a imagem de criança no passado.



Mas apostar na imagem sensual pouco fez pela carreira da atriz. Ela atuou em muitas produções baratas que foram lançadas diretamente para o vídeo, e algumas nem mesmo chegaram a o Brasil. 

Em 1990 ela se divorciou, e perdeu a guarda do filho. Sem dinheiro, ela foi presa em 1991 por assaltar uma vídeo locadora com uma arma de brinquedo. O cantor Wayne Newton, ao saber da notícia, pagou sua fiança. No ano seguinte foi presa novamente, tentando comprar remédios com uma receita falsa.

Ela fez muitos filmes de teor erótico para ganhar algum dinheiro. Um destes filmes .recebeu o infame nome de Different Strokes (1998), o mesmo nome da série que a consagrara. Bentley Mitchum, neto do ator Robert Mitchum, co-estrelou o filme.



Dana ainda fez mais alguns filmes inexpressivos. Falida, morava em um campo de trailers com seu noivo, Robert Menchaça. No dia 07 de maio de 1999 a atriz compareceu ao famoso programa de rádio The Howard Stern Show, onde abriu sua vida, contou sobre as dificuldades financeiras (e sobre ter sido roubada por um empresário) e sua dependência química. Embora o programa seja conhecido pelo tom humorístico, o depoimento de Dana Plato comoveu os ouvintes.

No dia seguinte, 08 de maio de 1999, Dana Plato foi encontrada morta em frente ao trailer em que morava, vítima de uma overdose de remédios como Vallium e Vicodim. A atriz tinha apenas 34 anos de idade.

A polícia atestou suicídio, mas seu filho culpou Menchaça, que chegou a tirar fotos da atriz em coma, ao invés de pedir ajudar. Taylor processou o companheiro da mãe, mas o processo não deu em nada.

Dana Plato e Tyler Lambert

Em 06 de maio de 2010, deprimido, Tayler Lambert cometeu suicídio, dando um tiro de espingarda na cabeça. Dois dias antes do aniversário de sua mãe, e três dias antes do dia das mães. Sua avó declarou que o jovem nunca superará a morte da mãe. Tyler tinha apenas 25 anos de idade.

Com a morte de Charlotte Rae em agosto de 2018, apenas Todd Bridges (o Willis), permanece vivo do elenco original de Arnold (Diff'rent Strokes).




Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

5 comentários:

  1. Este filme de 1998 passou na Band com o nome de TRIÂNGULO DA SEDUÇÃO

    ResponderExcluir
  2. Tão triste como Caryll Ann Ekelund

    ResponderExcluir
  3. 😢😢😢😢😢😢😢😭😭😭😭😭😭😭😭😭

    ResponderExcluir
  4. Nossa que história!, tanta coisa pra essa mulher processar como ser adotiva(e nnc conhecer os pais), o abuso das drogas, o empresário maldito que a roubou, o divórcio, a perda da guarda do filho, a questão do roubo que ela cometeu, a raiva dos fãs, e sua vida em ruínas, imagina o tanto de coisa que ela tinha na cabeça cara!. Um final muito triste, principalmente para seu filho Tyler que a amava tanto, geralmente mesmo que demore superamos a morte de entes queridos, mas ele não aceitou a morte da mãe por 10 anos, acho que no fim ele só queria se encontrar com a mãe que ele amava tanto. E por isso eu digo pessoal se vcs se sente dessa maneira saibam que a ajuda e ainda a esperança pra essa depressão, ligue 188 ao Centro de Valorização a Vida, tem pessoas que se importam muito com vc!, se vc não consegue se ajudar procure ajuda como sua penúltima saída, pq a última é Deus.

    ResponderExcluir
  5. Pelo menos de tudo que aconteceu com ela, pelo menos ela conseguiu se encontrar com a mãe biológica mais tarde quando adulta. Por que será que ela cometeu suicídio? O que será que se passava na cabeça dela?, Será que ninguém notou que ela precisava de ajuda e sempre demonstrou mas ninguém prestava atenção nela e em seus comportamentos?,Bom até hoje em dia tem pessoas que acreditam(graças a ex-sogra dela) que foi um caso de assassinato, ou seja, alguém muito misterioso poderia ter a matado, mas pq?, Por qual motivo? Bom quem sabe!. Enfim, sempre tão bela e linda sempre estará em nosso corações querida Dana plato!, Que aonde vc estiver vc esteja junto ao lado de seu filho e ao lado de Deus amém❤️❤️❤️.

    ResponderExcluir

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil