Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

Por Onde Anda? A apresentadora Dóris Giesse



Com seu visual andrógeno, Dóris Giesse foi uma das musas das décadas de 1990. Bailarina, modelo, apresentadora, atriz, ela foi considerada uma das mulheres mais bonitas da época, e hoje está afastada da mídia.




Dóris Giesse nasceu em Valença, Rio de Janeiro, em 18 de maio de 1960. Filha de imigrantes alemães, ela começou a sua carreira como bailarina, tendo estudado na Royal Academuy of Dance de Londres e na Juilliard School de Nova York.

Como bailarina profissional, trabalhou no Ballett Stagium, nos Estados Unidos, e foi também ginasta. Ela também é formada em Pedagogia e Filosofia, pela PUC do Rio de Janeiro.

No começo da década de 1980 Dóris também começou uma bem sucedida carreira como modelo, desfilando para grandes nomes internacionais. Seu visual andrógino fez muito sucesso no mundo da moda, fazendo de Dóris Giesse uma das modelos brasileiras mais famosas do período.

Dóis estampou diversas capas de revista, e fez muitos comerciais, exibidos na televisão.


D|óris Giesse na capa da revista Vogue


Em 1987 ela fez sua estreia na televisão, participando da abertura da novela Brega & Chique, ao lado de outras grandes modelos da época.




No ano seguinte, ela foi protagonista do filme Sonhos de Menina Moça (1988), que lhe rendeu bons elogios da crítica. Mas infelizmente, Dóris não fez mais cinema, e teve uma carreira de atriz bastante curta.


Dóris Giesse, ao centro (ao lado de Tônia Carrero) em Sonhos de Menina Moça


Dóris então começou uma bem sucedida carreira como apresentadora. Contratada pela TV Bandeirantes, ela passou a apresentar o programa Jornal de Vanguarda (1988-1989). Na emissora, também apresentou a sessão Carlton Cine, depois chamada Sala Phillips, onde comentava os filmes de arte que seria exibidos.

Na Band, também apresentou o programa Planeta Bebê (1990).

Mas seu sucesso na televisão veio quando ela foi para a Globo, onde passou a apresentar o programa Dóris Para Maiores (1990). Dóris além de apresentar, interpretava alguns personagens, e também dava vida ao androide Dorfe.

O programa tinha como repórteres jovens humoristas, e serviu de embrião para o programa Casseta & Planeta, que estreou em 1992.


Hélio Della Penha e Dóris Giesse em Dóris Para Maiores

 

Com o fim de Dóris Para Maiores, ela passou a apresentar o programa Fantástico, entre 1991 e 1992. Nesta época, também fez participações nos programas Os Trapalhões e Estados Anísios de Chico City.


Dóris Giesse no Fantástico


Em 1994 ela deixou a Globo, e foi para o SBT, onde apresentou os programas TJ Brasil (1994-1995) e SBT Repórter (1995). Depois, migrou para a Manchete, onde apresentou o programa America News TV (1995).

Na Record, foi a primeira apresentadora do programa Fala Brasil, em 1998.


Dóris Giesse em Fala Brasil

Em 1994 ela se casou com o jornalista Alex Solnik (com quem ainda está casada), e em 1996 deu luz aos gêmeos Daniel e Débora. 


Dóris Giesse com o marido e os filhos


Para cuidar dos filhos, ela afastou-se da televisão, voltando eventualmente em programas como Mulheres (2000), na TV Gazeta.

Neste período em que ficou longe dos holofotes, Dóris sofreu de uma depressão severa, o que a afastou ainda mais da vida artística.

Ela voltou a mídia em 2007, quando sofreu um grave acidente. Ela caiu da janela de seu apartamento, no oitavo andar, ao tentar resgatar o gato da família. Milagrosamente, ela sobreviveu porque o teto da garagem do prédio amorteceu sua queda, embora ela tenha se ferido gravemente.

Atualmente, Dóris oferece serviços de consultoria jornalística, e apresenta eventos. Ela tem também um site, onde publica suas poesias e crônicas. Além disto, pública também vídeos sobre saúde, dança e comportamento destinados a mulheres maduras.


Dóris Giesse atualmente







Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram
Siga também no Kwai

Ajude o site a se manter no ar, contribua com qualquer valor no PIX contatomemoriacine@gmail.com




Postar um comentário

0 Comentários