Tommy Kirk, de O Meu Melhor Companheiro e A Cidadela dos Robinson, morre aos 79 anos de idade



Tommy Kirk, antigo astro mirim dos estúdios Disney morreu no dia 28 de setembro, aos 79 anos de idade. O vizinho de Kirk o encontrou morto em seu apartamento, mas a polícia acredita que o ator tenha morrido de causas naturais.

Tommy Kirk é mais lembrado como o Travis Coates no clássico infantil O Meu Melhor Companheiro (Old Yeller, 1957). Ele também interpretou o filho de John Mills em A Cidadela dos Robinson (Swiss Family Robinson, 1960).


Tommty Kirk em O Meu Melhor Companheiro


Tommy Kirk em A Cidadela dos Robinson


Kirk tinha 13 anos quando o ator Will Rogers Jr. o viu em uma peça de teatro, e o levou para a televisão, em 1955. Em 1957 ele ingressou no elenco de O Clube do Mickey (The Mickey Mouse Club) e chamou a atenção do produtor Walt Disney.




Disney então o escalou para viver o irmão mais velho no tocante filme O Meu Melhor Companheiro (Old Yeller, 1957), que mostrava a vida de dois irmãos e seu cachorro amarelo. O sucesso da produção fez de Kirk uma estrela imediata, com uma promissora carreira na Disney.





Kirk então atuou em Felpudo, o Cão Feiticeiro (The Shaggy Dog, 1959), A Cidadela dos Robinson (Swiss Family Robinson, 1960), O Fantástico Super-Homem (The Absent Minded Professor, 1961), Uma Aventura na Terra dos Brinquedos (Babes in Toyland, 1961), O Incrível Homem do Espaço (Moon Pilot, 1962), Bon Voyage, Enfim Paris! (Bon Voyage, 1962), O Fabuloso Criador de Encrencas (Son of Flubber, 1963) e Na Trilha dos Apaches (Savage Sam, 1963).


Tommy Kirk (com a letra M na blusa) em  O Fabuloso Criador de Encrencas


Tommy havia feito uma boa transição para a carreira adulta, e continuava atuando na Disney fazendo papéis de rapazes confiáveis, o bom moço da casa ao lado. Aos 21 anos de idade ele foi protagonista de As Desventuras de Merlin Jones (The Misadventures of Merlin Jones, 1964), ao lado de Annette Funicello, sua antiga colega de Clube do Mickey.




Nesta época Tommy Kirk começou a namorar um rapaz que conheceu na piscina de um hotel. Os pais do rapaz, não gostando de ver o filho em um relacionamento gay, procuraram Walt Disney e denunciaram que seu astro era homossexual.

Disney então demitiu Tommy Kirk pessoalmente.


Kirk então passou a fazer filmes menores, imitações dos sucessos da "Turma da Praia", estrelados por Annette Funicello e Frankie Avalon. Ele apareceu em Ele, Ela e o Pijama (Pajama Party, 1964), Fantasma de Biquíni (The Ghost in the Invisble Bikini, 1966), O Mundo dos Biquínis (It's a Bikini World, 1967). Ele também esteve em A Cidade dos Gigantes (Village of Giants, 1965) e Rivais no Volante (Track of Thunder, 1967).


Tommy Kirk em Ele, Ela e o Pijama


Alguns anos mais tarde, em entrevista, ele declarou que estes foram os piores filmes em que atuou. Sem emprego em Hollywood, Kirk abandonou o cinema, embora tenha feito pequenos papéis na televisão eventualmente.

Ele trabalhou de motorista e garçom, antes de se firmar como limpador de carpetes. Eventualmente, algum diretor de uma produção menor o escalava para alguma participação especial, como em Altas Confusões (Attack of the 60 Foot Centerfolds, 1995).






Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram


0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil