Joey Cramer, de O Vôo do Navegador, o astro mirim da Disney que foi preso roubando bancos


Ao longo dos anos, diversos foram os astros mirins da Disney que tiveram problemas na vida adulta. Este também é o caso de Joey Cramer, que tinha 11 anos de idade quando estrelou o sucesso O Vôo do Navegador (Flight of the Navigator, 1986).


Nascido em 23 de agosto de 1973, Joey Cramer (na verdade, Deleriyes Joe August Fisher Cramer), em Vancouver, Canadá, Joey começou a atuar ainda muito pequeno, estreando no cinema em Runaway: Fora de Controle (Runaway, 1984). Seu segundo filme foi A Tribo da Caverna do Urso (The Clan of the Cave Bear, 1986), estrelado por Daryl Hannah.

 A Tribo da Caverna do Urso

Mas seu maior sucesso foi no filme de ficção cientifica da Disney O Vôo do Navegador (Flight of the Navigator, 1986). Mas apesar do sucesso do filme, a carreira do menino não decolou. Ele ainda atuou em Raposa de Pedra (Stone Fox, 1987) e participou de dois episódios da série Assassinato Por Escrito (Murder She Wrote), e depois sumiu das telas.

Cramer estava cansado da vida nos estúdios, e preferiu abandonar a vida de artista, para dedicar-se aos estudos e andar de skate como um adolescente normal. Em 1996 ele chegou a fazer figuração como um dos convidados em A Última Festa (It's My Party), seu último trabalho como ator.

Adulto, tornou-se balconista em uma loja.

Joey Camer, de boné, como balconista

Mas em 2008 ele começou a ter problemas legais. Sua primeira prisão foi por porte ilegal de armas, e no mesmo ano foi condenado a três meses de liberdade condicional por porte de drogas. Em 2011, ficou 30 dias presos por ameaça e por passar cheques sem fundos. Falido, tornou-se morador de rua.

Mas a acusação mais grave veio em 2016, quando o ex ator mirim foi preso por participar de um assalto a banco (ele foi o motorista durante o crime). Ele foi condenado há dois anos de prisão, mas saiu antes por participar de um programa para tratamento de detentos usuários de drogas.


Ao sair da prisão Joey Cramer deu a volta por cima, e hoje diz que a prisão foi a melhor coisa que podia ter acontecido em sua vida, pois lá encontrou apoio médico e psicológico, que o ajudaram a retomar sua vida.

Ao sair da cadeia, começou a dar entrevistas para o documentário Life After the Navigator (2020), sobre a sua vida. O filme foi lançado em 2020, e rendeu ao ator alguns convites de retornar as telas, em produções independentes que ainda estão sendo produzidas.



Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube


0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil