Joey Cramer, de O Vôo do Navegador, o astro mirim da Disney que foi preso roubando bancos


Ao longo dos anos, diversos foram os astros mirins da Disney que tiveram problemas na vida adulta. Este também é o caso de Joey Cramer, que tinha 11 anos de idade quando estrelou o sucesso O Vôo do Navegador (Flight of the Navigator, 1986).


Nascido em 23 de agosto de 1973, Joey Cramer (na verdade, Deleriyes Joe August Fisher Cramer), em Vancouver, Canadá, Joey começou a atuar ainda muito pequeno, estreando no cinema em Runaway: Fora de Controle (Runaway, 1984). Seu segundo filme foi A Tribo da Caverna do Urso (The Clan of the Cave Bear, 1986), estrelado por Daryl Hannah.

 A Tribo da Caverna do Urso

Mas seu maior sucesso foi no filme de ficção cientifica da Disney O Vôo do Navegador (Flight of the Navigator, 1986). Mas apesar do sucesso do filme, a carreira do menino não decolou. Ele ainda atuou em Raposa de Pedra (Stone Fox, 1987) e participou de dois episódios da série Assassinato Por Escrito (Murder She Wrote), e depois sumiu das telas.

Cramer estava cansado da vida nos estúdios, e preferiu abandonar a vida de artista, para dedicar-se aos estudos e andar de skate como um adolescente normal. Em 1996 ele chegou a fazer figuração como um dos convidados em A Última Festa (It's My Party), seu último trabalho como ator.

Adulto, tornou-se balconista em uma loja.

Joey Camer, de boné, como balconista

Mas em 2008 ele começou a ter problemas legais. Sua primeira prisão foi por porte ilegal de armas, e no mesmo ano foi condenado a três meses de liberdade condicional por porte de drogas. Em 2011, ficou 30 dias presos por ameaça e por passar cheques sem fundos. Falido, tornou-se morador de rua.

Mas a acusação mais grave veio em 2016, quando o ex ator mirim foi preso por participar de um assalto a banco (ele foi o motorista durante o crime). Ele foi condenado há dois anos de prisão, mas saiu antes por participar de um programa para tratamento de detentos usuários de drogas.


Ao sair da prisão Joey Cramer deu a volta por cima, e hoje diz que a prisão foi a melhor coisa que podia ter acontecido em sua vida, pois lá encontrou apoio médico e psicológico, que o ajudaram a retomar sua vida.

Ao sair da cadeia, começou a dar entrevistas para o documentário Life After the Navigator (2020), sobre a sua vida. O filme foi lançado em 2020, e rendeu ao ator alguns convites de retornar as telas, em produções independentes que ainda estão sendo produzidas.




Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil