Por Onde Anda? Jolene Brand, a Anna Maria Verdugo de Zorro


Estrelada por Guy Williams (que também faria Bonanza e Perdidos no Espaço) e produzida pela Disney, a série Zorro (Idem, 1957-1959) se tornou um grande sucesso mundial, sendo muito popular também no Brasil.

Além do herói Zorro (e sua identidade secreta Don Diego de La Vega), os personagens coadjuvantes como o Sargento Garcia e o fiel Bernardo conquistavam os fãs. Outro personagem marcante foi a señorita Anna Maria Verdugo, que amava mais Zorro do que Don Diego.

Ana Maria era interpretada pela atriz Jolene Brand.


Jolene Brand e Guy Williams, em Zorro

Jolene Brand

Jolene Marie Bufkin nasceu em Los Angeles, em 31 de julho de 1934. Jolene tem descendência espanhola por parte de mãe, e muito jovem começou a vencer concursos de belezas locais. Em 1956 um agente de talentos descobriu a bela morena, e começa a agenciar a sua carreira.

No mesmo ano, ela se casou com George Schlatter, que viria a se tornar um bem sucedido produtor de televisão (vencedor de três prêmios Emmy).

Jolene faz sua estreia na televisão como modelo do programa Queen For a Day (1957) e no mesmo ano faz seu primeiro papel, na série Gunsmoke.


Jolene Brand em Queen For a Day


No ano seguinte, com o nome de Joline Brand, ela estreia no cinema, atuando no terror O Gigante do Outro Mundo (Giant from the Unknown, 1958). Este acabaria sendo seu único papel no cinema.



No mesmo ano ela ingressou na segunda temporada da bem sucedida série Zorro (Idem, 1957-1959), vivendo Anna Maria Verdugo, o interesse amoroso do protagonista Guy Williams. Ela não fazia um personagem fixo, mas apareceu com regularidade na série produzida pelos Estúdios Disney


Jolene Brand e Guy Williams em Zorro


A série fez tanto sucesso na época, que ajudou Walt Disney a financiar a construção da Disnelândia, o seu famoso parque temático. O elenco do programa viaja por diversas cidades para divulgar Zorro, e também faziam diversos tipos de eventos relacionados a série.

No Brasil, Zorro estreou em 1963, na TV Tupi, com o nome TV Lar Toddy e a Marca do Zorro, e posteriormente também foi exibida por emissoras como TV Globo, SBT, Record e Rede Brasil, entre outros.


Britt Lamond, Guy Williams, Henry Calvin, Jolene Brand e Gene Sheldon, o elenco de Zorro


Anúncio de A Marca de Zorro, na TV Tupi



Com o fim de Zorro, Jolene Brand ainda participaria como convidada de algumas outras séries de televisão, como Maverick, Cheyenne e Bronco. E entre 1961 e 1962, fez parte do elenco regular da série The Ernie Kovacs Show, produzida por seu marido.



Jolene Brand em  The Ernie Kovacs Show


Em 1962 ela teve sua primeira filha, Maria S. Schlatter, que também se tornaria produtora de TV (vencedora de um prêmio Emmy). Após a maternidade, Jolene Brand foi se afastando da carreira artística, se aposentando definitivamente em 1966, após dar à luz a sua segunda filha, Andrea Justine.

A partir de então passa a viver discretamente, fazendo raras aparições públicas. Em uma delas, compareceu na inauguração da estrela da Calçada da Fama de Guy Williams, em 1987. No ano seguinte, participou da inauguração da estrela dedicada ao seu marido.


Jolene Brand, George Schlatter e as filhas Maria e Andrea Justine, em 1988


Ainda casada, após mais de 65 anos de união, ela é vista ocasionalmente em homenagens dedicadas ao seu marido e em eventos beneficentes. Com a morte do ator Don Diamond (o Cabo Reyes) em 2011, Jolene Brand se tornou a última integrante do elenco de Zorro ainda viva.


Jolene Brand atualmente








Um comentário:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil