Morre o ator Clarence Williams III, da série Mod Squad, aos 81 anos de idade

Peggy Lipton e Clarence Williams III em Mod Squad


O ator Clarence William III, que interpretou o policial disfarçado Lincoln Hayes na série de televisão Mod Squad (1968-1973) morreu no dia 04 de junho, aos 81 anos de idade. Clarence lutava há alguns anos contra um câncer.




Michael Cole, Peggy Lipton e Clarence Williams III em Mod Squad


Clarence Williams III nasceu em Nova York, em 21 de agosto de 1939 Filho do músico profissional Clay Williams, ele foi criado por seus avós: o compositor e pianista Clarence Williams, um colaborador frequente da lenda do blues Bessie Smith, cujas canções foram usadas anos depois em Ain't Misbehavin ', e Eva Taylor, uma cantora e atriz.


Após deixar as Forças Armadas, Clarence Williams III ingressou no teatro no final da década de 1950 e em 1965 foi indicado a um prêmio Tony por seu desempenho em Slow Dance on the Killing Ground, na Broadway.

Ele estreou no cinema em um pequeno papel em Os Bravos Morrem de Pé (Pork Chop Hill, 1959), e fez alguns trabalhos na televisão antes de ficar famoso na série Mod Squad (Idem, 1968-1973). Foi o ator Bill Cosby que o indicou para o produtor Aaron Speeling para ser um dos protagonistas de nova série.

Cosby havia visto o ator nos palcos, e ficou impressionado. Mod Squad mostrava três policiais de aspecto adolescente, que se infiltravam para resolver crimes. A série abordava diversos aspectos da contra cultura hippie da década de 1960, e pretendia trazer o público jovem para a frente da televisão.




No Brasil, Mod Squad estreou na TV Tupi em 1969, e posteriormente também foi exibida pela TV Globo e TV Record, sendo exibida por aqui até 1982.

Após deixar o elenco da série Clarence Williams III fez muitas participações em séries de televisão. No cinema, ele destacou-se como o pai problemático de Prince em Purple Rain (Idem, 1984), e foi o pai de Wesley Snipes em Inferno Branco (Sugar Hill, 1993).


Clarence Williams III e Prince em Purple Rain


Em A Lenda do Pianista do Mar (La Leggenda del Pianista Sull'oceano, 1998), de Guiseppe Tornatore, Williams homenageou as raízes musicais de sua família, interpretando a lenda do jazz Jelly Roll Morton.


Clarence Williams III em A Lenda do Pianista do Mar


Williams também trabalhou com frequência com John Frankenheimer, participando dos filmes Nenhum Passo em Falso (53 Pick-Up, 1986), A Filha do General (The General's Daughter, 1999), Jogo Duro (Reindeer Games, 2000) e no telefilme Attica: A Solução  Final (Against the Wall, 1994) e na minissérie George Wallace (1997).

O ator também destacou-se nos filmes Vou Te Pegar Otário (I'm Gonna Git You Sucka, 1988), Contos Macabros (Tales From the Hood, 1995), Prá Lá de Bagdá (Half-Baked, 1998) e Mistery Woman: Uma Mulher Misteriosa (Mistery Woman, 2003). Williams ainda atuou no filme que reuniu o elenco de Mod Squad, em 1979.

Em 1990 interpretou um agente do FBI na cultuada Twin Peaks, e viveu o vizinho Mr. Tate, procurado pela polícia, em Todo Mundo Odeia o Chris (Everbody Hate's Chris), em 2005.


Clarence Williams III em Todo Mundo Odeia o Chris


Williams foi casado com a atriz Gloria Foster, que interpretou o Oraculo nos primeiros filmes da saga Matrix. O casal se conheceu quando contracenaram juntos em um episódio de Mod Squad












0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil