Morre a atriz e cantora Peggy Lipton, aos 72 anos de idade


Na década de 70 Peggy Lipton era chamada de "the coolest girl" (algo como a garota mais legal, na tradução). Modelo, cantora e atriz, Peggy ficou famosa ao interpretar a hippie Julie Barnes na série The Mod Squad, que foi exibida no Brasil pela TV Tupi. As gerações mais nova a conhecem como Norma Jennings, a garçonete de Twin Peaks.


Margaret Ann Lipton nasceu em Nova York, em 30 de Agosto de 1946. Peggy nasceu em uma família judia de classe média alta, seu pai era advogado e sua mãe uma artista. Mas a origem abastada não lhe garantiu uma infância feliz. Ainda criança ela foi abusada sexualmente por um tio, tornando-se uma criança retraída e com uma gagueira tão forte que mal conseguia pronunciar seu nome.

Em 1964 sua família mudou-se para Los Angeles, onde ela descobriu a meditação e alimentação saudável, e o estilo hippie da Califórnia foi a sua libertação. Aos 15 anos, ela tornou-se modelo da Ford Models, onde começou a sua carreira.

Peggy assinou um contrato para atuar na Universal e estreou como atriz em uma participação na série A Feiticeira (Bewitched), em 1965.

Peggy Lipton em A Feiticeira

Peggy seguiu participando de diversas séries na TV, até estrear no cinema em Mosby's Marauders (1967), ao lado de James McCarthur, Kurt Russell e Nick Adams. Um filme produzido pelos estúdios Disney.

Peggy Lipton, Kurt Russel e James McCarthur em Mosby's Marauders

Lipton ainda atuou nos filmes Filhos em Luta (Blue, 1968) e A Boy... a Girl (1969), antes de ser escalada para interpretar Julie Barnes na série The Mod Squad (1968-1973).  Em Filhos em Luta ela contracenou com seu irmão mais velho, o ator Robert Lipton.

A trama de The Mod Squad era centrada numa esquadra policial caracterizada por três jovens que eram recrutados pelo Capitão Greer, da polícia de Los Angeles, como uma pena alternativa aos jovens infratores, para eles não fossem presos. Os jovens geralmente trabalhavam disfarçados de hippies para se inflitrarem nas investigações. No Brasil a série foi exibida na TV Tupi, a partir de 1969.

Por seu trabalho na série, a atriz foi indicada ao Emmy em quatro ocasiões, e recebeu o mesmo número de indicações ao Globo de Ouro, vencendo-o em 1970.

Michael Cole, Peggy Lipton e Clarence Williams III em The Mod Squad

Durante o período em que atuou em The Mod Squad ela também emplacou uma carreira de cantora. Em 1968 a canção Stoney End entrou para a lista das mais tocadas, e em 1970 foi regravada com sucesso por Barbra Streisand. Entre seus outos hits estão Lu e Wear Your Love Like Heaven. Em 1984 ela foi co-autora da canção LA Is My Lady, gravada por Frank Sinatra.

Em 1974, um ano após a série que protagonizava ser cancelada, Peggy Lipton se casou com o famoso produtor musical Quincy Jones. Eles já haviam tido uma filha antes do casamento, a atriz Kidada Jones. O casal teve outra filha posteriormente, a também atriz Rashida Jones.

Após se casar, Peggy abandonou a carreira por alguns anos, para dedicar-se a criação das filhas. Ela e Jones se divorciaram anos mais tarde, em 1990.

Quincy Jones e Peggy Lipton

O hiato de sua carreira foi quebrado quando a atriz aceitou atuar no filme The Return of the Mod Squad em 1979, ao lado de seus antigos colegas de elenco. Mas depois afastaria-se novamente.

Em 1988 Peggy Lipton voltou a atuar, aparecendo em filmes como A Festa da Guerra (War Party, 1988), Vou Te Pegar Otário (I'm Gonna Git You Sucka, 1988), Um Alienígena do Barulho (Purple People Eater, 1988) e Kinjite - Desejos Proibidos (Kinjite: Forbidden Subjects, 1989).

 Charles Bronson e Peggy Lipton em Kinjite - Desejos Proibidos

Em 1990 o diretor David Lynch a convidou para viver a garçonete Norma Jennings, proprietária da lanchonete Double R Diner, na cultuada série Twin Peaks (1989-1991).

 Peggy Lipton em Twin Peaks

Desde então, participou de diversas séries na televisão e atuou em filmes como Cara de um, Focinho de Outro (True Identity, 1991), Twin Peaks: Os Últimos Dias de Laura Palmer (Twin Peaks: Fire Walk with Me, 1994), O Mensageiro (The Postman, 1997), Adolescência Perdida (Skipped Parts, 2000), Quando em Roma (When in Rome, 2001), Twin Peaks: O Mistério (Twin Peaks: The Missing Pieces, 2014) e Quatro Vidas de um Cachorro (A Dog's Purpose, 2017), seu último trabalho no cinema.

Seu último trabalho como atriz foi no retorno de Twin Peaks, em 2017. 

Mädchen Amick e Peggy Lipton em Twin Peaks (2017)

Em 2005 ela publicou sua autobiografia, onde revelou ter tido relacionamentos com muitos famosos, como Paul McCartney, Terence Stamp (e seu irmão Chris), Keith Moon e Elvis Presley. Peggy Lipton também revelou que durante o final dos anos 60 e início dos anos 70, ela teve relações com uma série de homens alcoólatras e abusivos, e que neste mesmo este período teve problemas com drogas. No livro ela revelou também sofrer de câncer colorretal, doença contra a qual ela lutava desde 2004.

Peggy Lipton perdeu a batalha contra o câncer em 11 de maio de 2019, falecendo aos 72 anos de idade.



Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil