O primeiro rock do Brasil foi gravado por uma cantora de samba: Nora Ney


Dona de uma voz grave e marcante, a cantora carioca Nora Ney é uma das maiores estrelas dos "Anos de Ouro do Rádio Brasileiro". Conhecida pelo seu repertório de samba-canções, que exaltam o amor romântico ou não realizado, Nora possui também um feito curioso em sua carreira: foi a primeira artista brasileira a gravar um disco cantando "rock and roll" no país.

Nascida em 1922, Nora Ney foi uma das estrelas do casting da Rádio Nacional, e em 1952 gravou a canção "Ninguém Me Ama", um grande sucesso que se tornou seu carro chefe musical.


Mas no começo da década de 1950 o rumo da música seria profundamente afetado com o sucesso de um novo gênero que estava agradando a juventude, o "rock and roll". O gênero ganhou difusão mundial quando em 1955 a MGM incluiu a música Rock Arond the Clock de Bill Haley e Seus Cometas na trilha sonora do filme Sementes de Violência (Blackboard Jungle, 1955), estrelado por Glenn Ford.

O filme causou polêmica por retratar a delinquência juvenil, e chegou a ser censurado no Brasil, antes de enfim chegar as nossas salas de exibição, em sessões proibida para menores de 18.


As polêmicas em torno do filme fizeram com que ele obtivesse um sucesso ainda maior, graças a publicidade exaustiva recebida. E logo os discos de Bill Haley e Seus Cometas bateram recordes de venda por aqui.

Coube a Nora Ney gravar a canção no Brasil. Batizada de Ronda das Horas, Nora gravou o disco em outubro de 1955, e apesar do nome em português, ela cantava a música em inglês mesmo. A interprete, cujo repertório destoava totalmente de sua nova gravação, foi a escolhida justamente por ter uma pronuncia perfeita do inglês.




Além disto, ela também foi influenciada por sua filha, a menina Vera Lúcia, que na verdade é a primeira interprete brasileira de Rock Arond the Clock. Meses antes da mãe lançar o disco, em 78 RPM, Vera Lúcia já havia balançado a plateia dos estúdios da Rádio Nacional cantando a mesma música em janeiro de 1955, no microfone do programa Ontem, Hoje e Amanhã, de Renato Murce.

Na época, Vera Lúcia tinha 10 anos de idade.

Nora Ney e os filhos Hélio e Vera Lúcia

Vera Lúcia, que embora tenha se apresentado como cantora algumas outras vezes, não seguiu os passos musicais da mãe. Em 1963, Vera Lúcia Maia foi a terceira colocada no concurso do Miss Brasil de 1963, e ficou com o título de Miss Brasil Mundo, representando o estado da Guanabara. Ela não venceu o Miss Mundo, realizado na Inglaterra, mas foi uma das semifinalistas.

A Miss Vera Lúcia Maia

Bill Haley e Seus Cometas se apresentariam no Brasil em 1958, como uma atração internacional trazida pela TV Record.



Nora Ney nunca mais gravaria rock em sua carreira. Nem mesmo no lado B de Ronda das Horas, que continha o samba Ciuminho Grande. Em 1961 ela chegou a gravar um curioso samba chamado "Cansei de Rock".



Nora Ney, nossa primeira e improvável roqueira, teve uma longa e bem sucedida carreira como cantora, e chegou a atuar em muitos filmes nacionais. Ela faleceu em 28 de outubro de 2003, aos 81 anos de idade.

Nora Ney




Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Publicar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil