Imogene Coca, a primeira imitadora de Carmen Miranda


Quando a estrela luso-brasileira Carmen Miranda chegou aos Estados Unidos, em 1939, tornou-se uma sensação na América do Norte. Carmen trabalhou primeiro na Broadway, antes de estrear em Hollywood, no filme Serenata Tropical (Down Argentine Way, 1940).

Além de se tornar uma das artistas mais bem pagas do show business do país, protagonista de diversos filmes hollywoodianos, a artista tornou-se referência para moda, publicidade e também teve uma série de imitadores, em produções que não podiam contatar com a presença da "pequena notável", que estava sob contrato da Fox.



Joan Bennett foi a primeira artista norte-americana a imitar Carmen no cinema, no filme Amada Por Três (The House Across the Bay, 1940). Mas a cantora e atriz, famosa por seus chapéus exóticos repletos de frutas, foi imitada por nomes como Bob Hope, Lucille Ball, Curly Howard (de Os Três Patetas), Jerry Lewis e Mickey Rooney. Também por personagens de desenhos, como Olivia Palito e Tom e Jerry.

Curly Howard, Lucille Ball, Mickey Rooney, Jerry Lewis e Bob Hope como Carmen Miranda

Olivia Palito como Carmen Miranda

Até filmes indianos tiveram suas versões de Carmen Miranda, como Mangamma Sapatham (1943) e Mangala (1951), que apresentavam uma versão dI, Yi, Yi, Yi, Yi.. I Like You Very Much, canção que Carmen Miranda cantou no filme Uma Noite no Rio (That Night in Rio, 1941).


Há também o caso do sargento Sacha Brastoff, que imitava Carmen Miranda para os soldados norte-americanos durante a Segunda Guerra Mundial, e que apareceu no filme repetindo o número em Encontro nos Céus (Winged Victory, 1944), dirigido por George Cuckor e também filmado na Fox, estúdio da artista. Brastoff mais tarde se tornaria figurinista e posteriormente ceramista, e chegou a fazer figurinos para Carmen usar no cinema.

Sascha Brastoff

Mas a primeira imitadora de Carmen Miranda nos Estados Unidos foi a comediante Imogene Coca.  Apesar de ter atuado no cinema, em filmes como Don Juan Era Aprendiz (Under the Yum Yum Tree, 1963) e Ele Vai Ter Um Bebê (Rabitt Test, 1978), a atriz é pouco conhecida no Brasil.

Os cinéfilos brasileiros possivelmente lembrem dela como a rabugenta Tia Edna na comédia Férias Frustradas (National Lampoon's Vacation, 1983) e os mais antigos talvez recordem da série Grindl (1963-1964), protagonizada pela artista, e que foi exibida na TV Excelsior a partir de 1964.

Imogene Coca em Férias Frustradas 


Matéria sobre a série Grindl, publicada na Revista Intervalo, em 1964

Embora pouco conhecida por aqui, Imogene Coca é uma lenda da comédia da televisão norte-americana. Nascida Imogene Fernandez de Coca, em 18 de novembro de 1908, ela era filha de artistas de Vaudeville, e começou a atuar ainda criança, nos palcos dos Estados Unidos.

Imogene estreou na Broadway em 1925, mas começou a destacar-se quando atuou em New Faces of 1934, que marcou a estréia de Henry Fonda no Teatro. No cinema, ela estreou em 1937.

Henry Fonda, na fila de cima (o segundo homem da esquerda para a direita)
Imogene Coca, na fila do meio (a primeira mulher, da direita para a esquerda)

Em 27 de dezembro de 1940 estreou na Broadway o espetáculo All in Fun (1940), onde Imogene aparecia vestida de Carmen Miranda, ao lado de James Shelton e Robert Burton, que foi seu primeiro marido.

Na peça, Imogene imitava os números apresentados por Carmen Miranda no espetáculo Streets of Paris, que ficou em cartaz na Broadway entre 19 de junho de 1939 a 10 de fevereiro de 1940, fazendo um enorme sucesso.



No elenco ainda o barítono Bill Robinson e Kirk Alyn, que posteriormente tornaria-se o primeiro ator a interpretar o Superman.


All in Fun ainda contava com a presença ilustre,  o cantor e ator brasileiro Cândido Botelho, que também havia ido para os Estados Unidos em 1939, para se apresentar na Feira Mundial de Nova York. No espetáculo Botelho aparecia cantando "Brazil", que nada mais era que a versão em inglês de Aquarela do Brasil, de Ary Barroso. Botelho foi o primeiro interprete da canção, lançada no espetáculo de revistas Joux Joux e Balangandãs (1939), no Rio de Janeiro.

Cândido Botelho em All In Fun (1940)

Imogene Coca, como Carmen Miranda, em All in Fun (1940)

Apesar do elenco estrelar, a peça só ficou em cartaz por três dias. Imogene Coca se tornaria uma grande estrela da TV norte-americana nos anos seguintes, numa carreira que se estendeu até 1996, mesmo após sofrer um acidente de carro em 1972, onde perdeu o olho direito (passando a usar um olho de vidro).

A atriz fez poucos filmes, dedicando-se mais a televisão. Ela também é conhecida no Brasil por ter interpretado uma atrapalhada Fada dos Dentes em alguns episódios da série A Feiticeira (Bewitched).

Imogene Coca, Elizabeth Montgomery e Dick Sargent em A Feiticeira

A atriz faleceu de causas naturais em 02 de junho de 2001, aos 92 anos de idade.





Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil