Adriana Caselotti, a voz da Branca de Neve



Em 1937 os estúdios Disney lançaram seu primeiro longa de animação, Branca de Neve e os Sete Anões (Snow White and the Seven Dwarfs, 1937), que foi um sucesso na época, e contínua encantando gerações.

Walt Disney queria que a voz que dublaria a personagem não tivesse idade, pudesse remeter a qualquer pessoa. Testaram 900 garotas, e escolheram a jovem Adriana Caselotti, que na época tinha 21 anos.

Filha de uma cantora lírica italiana, que migrou para os Estados Unidos, Adriana também se aventurou pelo canto lírico. Porém, ela desejava ser artista de cinema, e era contratada como figurante da MGM, tendo atuado como extra em Oh, Marieta! (Naughty Marietta, 1935) e Felicidade de Mentira (The Bride Wore Red, 1937).

Disney a contratou, colocando-a em um contrato de exclusividade, para manter sua identidade em sigilo. Jack Benny tentou negociar contratá-la para o rádio, mas nem assim Disney autorizou, não queria que a perdessem a ilusão de Branca de Neve ao ouvir sua voz. Pelo trabalho, recebeu U$ 970,00 dólares (algo em torno de 16 mil dólares nos dias de hoje). Ele só permitiu que ela trabalhasse em um único filme, dublando uma canção de um personagem menor em O Mágico de Oz (The Wizard Of Oz, 1939). 

Confira Adriana cantando uma das canções do filme




Marge Champion como Branca de Neve

Muitos pensam que Adriana também foi a modelo que posou para os desenhista do estúdio, mas isto não é verdade.

A modelo de movimentos foi a atriz Marge Champion, na época ainda creditada como Marjorie Belcher. Adriana apenas emprestou sua voz a personagem.

Apesar do filme ter sido um grande sucesso, o contrato com Disney limitou sua carreira. Ainda mais depois que ela e Harry Stockwell (a voz do príncipe encantado) processaram o estúdio por estar vendendo discos com as canções, algo não previsto em seus contratos. 

Adriana e Disney por muitos anos tiveram uma relação estremecida, que foi sendo resolvida ao longo dos anos. Em 1994 ela entrou para o Hall da Fama do Estúdio, colocando suas mãos na calçada "Lendas da Disney".

Com Julie Andrews no The Julie Andrews Show

Porém, a carreira de atriz tão sonhada de Adriana Caselotti não vingou. Ela conseguiu atuar em um único filme após romper o contrato com Walt Disney, aparecendo rapidamente em A Felicidade Não Se Compra (It's a Wonderful Life, 1946). Ela é a mulher que canta no bar enquanto James Stewart vive seu conflito interno.

Confira a breve participação da atriz no filme


Adriana Caselotti após desistir da carreira de atriz, dedicou-se aos negócios imobiliários, e foi uma das primeiras mulheres corretoras da bolsa de valores de Nova York. Ela faleceu em 18 de janeiro de 1997, aos 80 anos.

No Brasil, a primeira dublagem de Branca de Neve contou com a voz da cantora de rádio Dalva de Oliveira. 

Confira a versão brasileira com Dalva




Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil