Will Smith renúncia à Academia do Oscar após agressão a Chris Rock



Will Smith, enfrentando possível expulsão ou suspensão depois de agredir Chris Rock durante a transmissão do Oscar do último domingo, renunciou a sua vaga na Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. O desligamento ocorre no momento em sua situação estava em análise, e poderia gerar sua expulsão. Em um comunicado, Smith chamou suas ações de "chocantes, dolorosas e imperdoáveis" e disse que aceitará quaisquer consequências adicionais que o Conselho de Governadores da Academia considere apropriadas.





"A lista dos que magoei é longa e inclui Chris, sua família, muitos dos meus queridos amigos e entes queridos, todos os presentes e audiências globais em casa", disse Smith. "Eu traí a confiança da Academia. Privou outros candidatos e vencedores de sua oportunidade de celebrar e ser celebrado por seu extraordinário trabalho. Estou com o coração partido."

Smith também reconheceu que suas ações ofuscaram outros vencedores no 94º Oscar.

"Quero colocar o foco de volta naqueles que merecem atenção por suas conquistas e permitir que a Academia volte ao incrível trabalho que faz para apoiar a criatividade e a arte no cinema", afirmou, concluindo que "a mudança leva tempo e estou comprometido em fazer o trabalho para garantir que nunca mais permita que a violência ultrapasse a razão".

Durante a cerimônia, Smith cobrou o palco e atingiu Rock durante a transmissão depois que Rock fez uma piada sobre a esposa do ator, Jada Pinkett Smith, comparando sua cabeça raspada de  Demi Moore em Até O Limite de Honra. Pinkett Smith sofre de alopecia, doença que causa a calvíce.

Mais tarde, a Academia disse que pediu a Smith para deixar a cerimônia e ele recusou. No entanto, fontes alegam que os líderes da organização nunca pediram formalmente que ele fosse expulso e o produtor Will Packer pediu que ele ficasse. Segundo Packer, foi Chris Rock quem pediu que ele ficasse, mas o comediante negou tal informação.

É uma narrativa muito confusa sobre o que exatamente aconteceu nos bastidores. O que é certo é que Smith acabou permanecendo no Teatro Dolby, onde ele ganhou o prêmio de melhor ator. Em um discurso emocionado, Smith parecia tentar justificar suas ações dizendo que sua explosão foi o resultado dos mesmos instintos protetores que levaram seu personagem no filme, Richard Williams, a empurrar suas filhas, Venus e Serena Williams, para terem sucesso no mundo do tênis. Seu discurso, a recusa inicial em se desculpar com Rock e sua decisão de participar da festa da Vanity Fair após a premiação não caiu bem com alguns membros da Academia.

Na segunda-feira, Smith finalmente se desculpou com Rock, dizendo: "Eu estava fora de mim e eu estava errado." Ele acrescentou que reagiu emocionalmente porque "uma piada sobre a condição médica de Jada era demais para eu suportar".

Depois de inicialmente oferecer uma declaração que dizia que não tolerava violência, a Academia seguiu com duas declarações subsequentes que criticavam Smith com mais força. Na quarta-feira, o grupo disse que Smith havia violado os padrões de conduta da Academia e que ele tinha 15 dias para fornecer uma resposta por escrito explicando suas ações. 


0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil