Morre Lafayette, o rei dos teclados da Jovem Guarda


O músico Lafayette Coelho, que com seus teclados ajudou a imprimir a identidade da Jovem Guarda faleceu aos 79 anos de idade. O músico estava internado no Rio de Janeiro com pneumonia, e sua morte foi confirmada por sua esposa, a cantora Dina Lúcia, através das redes sociais.

Em fevereiro o artista havia sido internado, após fraturar o fêmur. Com uma saúde debilitada, ele também fazia sessões regulares de hemodiálise.


O pianista e tecladista carioca Lafayette Coelho Varges Limp nasceu em 11 de março de 1943, e participou da gravação de mais de 50 discos no período conhecido como Jovem Guarda, acompanhando astros como Roberto Carlos, Wanderléa, Erasmo Carlos, Sérgio Reis e Golden Boys

Basta ouvir as gravações originais das músicas Quero que vá tudo pro inferno hino da Jovem Guarda que consolidou definitivamente a carreira então ascendente de Roberto Carlos – e Coração de papel  de Sérgio Reis, 1966) para perceber a marca do órgão de Lafayette nos discos da Jovem Guarda lançados a partir de 1965.




Lafayette participou ativamente dos arranjos musicais dos filmes de Roberto Carlos, e chegou a aparecer em um número musical do filme Roberto Carlos em Ritmo de Aventura (1967).


A sonoridade do órgão do tecladista era tão marcante que, após álbum inicial dedicado em 1965 à mulher Dina Lúcia, o artista começou a gravar a série de discos Lafayette e os sucessos, com abordagens instrumentais de hits da época. A série rendeu 20 volumes editados de 1966 a 1978 pela gravadora CBS, na qual Lafayette permaneceu até 1980, até ser dispensado e ter que gravar em companhias fonográficas de menor peso no mercado, como as já extintas Copacabana e Continental



Lafayette e Seu Conjunto também animaram diversos bailes nesta época. Mesmo com menor regularidade, Lafayette gravou discos até o fim da década de 1980, amargando nos anos 1990 um período de menor visibilidade que somente seria encerrado quando, nos anos 2000, músicos cariocas da nova geração pop – fãs assumidos da Jovem Guarda – reabilitaram o organista com a criação em 2004 de grupo, Lafayette e os Tremendões, centrado na figura do tecladista.





0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil