Por Onde Anda? Larry Wilcox, de CHiPs

 

Criada pela rede NBC, a série CHiPs (1977-1983) fez um enorme sucesso mostrando as aventuras de dois policiais rodoviários da Califórnia (a sigla CHIP significa California Higway Patrol), e era estrelada por Erik Strada e Larry Wilcox.

Wilcox, que interpretava o oficial Jon Baker, teve na série seu papel mais famoso.


Lawrence Dee Wilcox nasceu em 08 de agosto de 1947, em San Diego, Califórnia. Wilcox e seus quatro irmãos foram criados pela mãe, sem a presença do pai. Ele saiu de casa quando foi para a faculdade, estudar medicina, mas abandonou o curso após sua irmã mais velha ser assassinada pelo marido, na frente dos próprios filhos e da mãe do ator.

Ele voltou para casa para apoiar a família, e logo foi convocado para servir o Exército, durante a Guerra do Vietnã, o que interrompeu definitivamente sua formação acadêmica.


Após retornar do conflito, começou a estudar atuação, e passou a trabalhar como modelo, fazendo diversos comerciais. E após fazer algumas aparições em séries de televisão, derrotou 300 candidatos e conseguiu um papel fixo na série Lassie (1971-1973).


Ao fim da série, fez muitas participações em programas como A Família Dó-Ré-Mi, M*A*S*H e Havaí 5-0. No cinema, seu primeiro trabalho foi em Os Últimos Machões (The Last Hard Men, 1976).

David Cassidy e Larry Wilcox em A Família Dó-Ré-Mi

Wilcox atuou em poucos filmes, a maioria deles feitos para a televisão. Em 1977 alcançou o estrelato ao se tornar um dos astros da série CHiPs, ao lado de Erik Estrada.


A série fez muito sucesso, e ficou no ar até 1983, porém Wilcox pediu demissão um ano antes, em 1982. De comportamento calmo e avesso a badalações, ele se desentendia muito com Erik Estrada, que abusava dos louros da fama.

Para justificar sua saída, foi dito que seu personagem havia mudado para o interior, para cuidar do pai, e Estrada ganhou novos parceiros, interpretados por Tom Reilly, um ex- jogador de futebol americano e Bruce Penhall, campeão mundial de motociclismo.

Tom Reilly, Bruce Penhall e Erik Estrada em CHiPs

Mas em dezembro de 1982 Reilly foi preso por dirigir embriagado e manchou a fama de bons moços da estrada, fazendo com que a série fosse cancelada em 1983.

CHiPs fez um enorme sucesso também no Brasil, e estreou por aqui em 1979 na então TVS (depois SBT), e ficou no ar na emissora até 1982. Foi também exibida na Manchete e TV Record, e gerou uma verdadeira febre entre a garotada brasileira, que sonhava em ganhar os brinquedos derivados da série.

Larry Wilcox, sem Erik Estrada, veio ao Brasil divulgar o programa, e por aqui, foi apresentado para Carlos Miranda, o nosso Vigilante Rodoviário.

Larry Wilcox no Brasil, com Carlos Miranda

Em 1984 ele fez teste para estrelar a série Miami Vice, mas perdeu o papel para o ator Don Johnson.

Após deixar o elenco de CHiPs, o ator trabalhou mais na televisão, inclusive participando dos telefilmes Os Doze Condenados: A Próxima Missão (The Dirty Dozen: Next Mission, 1985), Como Agarrar um Magnata (Rich Men, Single Women, 1990) e interpretou a si mesmo na comédia Máquina Quase Mortífera (Loaded Weapon 1, 1993), atuando ao lado do antigo colega Erik Estrada.

Wilcox também se tornou diretor e produtor, e foi o produtor do filme CHiPs 99 (Idem, 1998), onde novamente ao lado de Estrada, retomou o antigo papel que o consagrou como ator.


Casado desde 1980 com a atriz Marlene Harmon, Wilcox tem cinco filhos (de seus três casamentos), e vive em seu rancho em San Fernando Valley, e dedica boa parte do seu tempo a produção cinematográfica e a um sistema de distribuição de filmes por streaming, mas ainda atua eventualmente.

E apesar dos atritos do passado com Erik Estrada, hoje os dois mantém uma boa relação de amizade.


Larry Wilcox, Robert Pine e Erik Estrada, atualmente

0 comentários:

Publicar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil