Que Fim Levou? O Elenco de Papai Sabe Tudo (antes e depois)


Em 1954 a rede de televisão CBS levou ao ar a série Papai Sabe Tudo (Father Know Best, 1954-1960), que já era fazia um enorme sucesso no rádio, desde 1949. O programa mostrava o dia a dia família Anderson, a personificação da família classe média norte-americana perfeita, e pudica (cujos pais dormiam até em camas separadas, devido aos códigos de de censura e moralidade da época).


No Brasil, a série chegou em 1960, exibida pela TV Tupi, sendo exibida pela emissora até 1966. Também passou pela Rede Globo, TV Rio e TV Cultura, e atualmente é exibida na Rede Brasil de Televisão.

O elenco fixo era pequeno, apenas papai, mamãe e os três filhos. Mas muitos astros apareceram nos diversos episódios, durante os seis anos em que a série foi produzida. Entre eles, a rainha da dublagem June Foray, em uma rara aparição em frente as telas. E veteranos do cinema, como Sue England, Katina Paxinou e Greer Garson.

Robert Young e Greer Garson em Papai Sabe Tudo

Outros, ainda em começo de carreira, viriam a alcançar a fama posteriormente, como Robert Vaugh, Dick York, Rita Moreno, James Franciscus, o futuro Tarzan Ron Ely, Jonathan Harris e Bobby Diamond, o menino que estrelou a série Fúria.

Veja o que aconteceu com o elenco de
Papai Sabe Tudo:


  • Robert Young (1907-1998)


O papai que sabia de tudo, Robert Young era o único do elenco original que trabalhou também no programa de rádio. Na década de 40, havia estrelado diversos filmes em Hollywood, como Rancor (Crossfire, 1947) e Sol de Outono (H.M. Pulham, Esq., 1941).


A série foi cancelada após Robert Young pedir para não renovarem seu contrato, pois estava cansado de fazer o mesmo papel desde 1949 (quando começou a atuar no programa de rádio). Após o fim da série, ainda fez sucesso em outro programa, Marcus Welby, M.D. (1969-1976).

Robert Young, no rádio

Atuou até 1988, e faleceu em 21 de julho de 1998, aos 91 anos de idade.




  • Jane Wyatt (1910-2006)


A matriarca Margareth Anderson também era uma veterana das telas, tendo estreado no cinema em 1934. Sua carreira declinou no final da década de 40, quando protestou contra a perseguição política sofrida por muitos atores. Papai Sabe Tudo foi sua volta às telas em grande estilo, mesmo que na televisão.


Wyatt personificava a dona de casa perfeita, e fez muita publicidade de produtos domésticos.


Após o fim da série, atuou muito como convidada em séries de televisão, e se aposentou em 1992.

Jane Wyatt morreu em 20 de outubro de 2006, aos 96 anos de idade.




  • Billy Gray (1938)


Filho da atriz Beatrice Gray, Billy interpretava o filho adolescente do casal, Bud. Billy tinha 16 anos na época, e já estava no cinema desde 1943. Mas foi Papai Sabe Tudo que fez ele famoso, e lhe deu um prêmio Emmy e uma carreira de cantor teen, na década de 50.

Billy Gray conquistou os corações de muitas meninas da época.

Billy Gray ator mirim


Deixou o cinema no final da década de 70, para dedicar-se ao motociclismo. Ele também é o inventor da palheta de guitarra F-1. Em 1996, fez um pequeno e solitário retorno às telas.



Uma curiosidade, no Brasil o personagem foi dublado por Marcelo Gastaldi, em seu primeiro trabalho nas dublagens. Gastaldi é mais conhecido hoje como o dublador de Chaves e Chapolim.


  • Elinor Donahue (1937)


Betty, a filha mais velha da família Anderson, estreou no cinema em 1943, e foi dançarina em diversos musicais. Ela inicialmente foi recusada nos testes para a série, mas Robert Young gostou da menina, e pediu para lhe darem um novo teste.

Antes da segunda sessão, Young sentou com ela por horas, conversando paternalmente sobre o papel e fazendo com que ela ficasse tranquila e se saísse bem em sua segunda audição. 


Elinor, dos jovens integrante do elenco, foi a que teve a melhor carreira após a série. Nos anos 90 atuou no clássico Uma Linda Mulher (Prety Woman, 1990), e esteve na série Dra. Quinn. Recentemente, esteve em O Diário da Princesa 2: O Casamento Real (The Princess Diaries 2: Royal Engagement, 2004) e na novela Young and the Restless.

Elinor Donahue em Uma Linda Mulher



  • Lauren Chapin (1945)


A pequena Kathy Anderson, a filha mais nova da família, Lauren Chapin é irmã dos também atores mirins Billy e Michael Chapin. Ela estreou na televisão em 1952, e fez um pequeno papel em Nasce uma Estrela (A Star is Born 1954), estrelado por Judy Garland.


Ela parou de atuar com o fim da série, e em 2016 revelou em um livro que após ser estrela mirim, teve uma vida conturbada, que nada lembrava a família comercial de margarina de Papai Sabe Tudo. Ela se casou com apenas 16 anos de idade, e ficou viciada em pílulas para emagrecer. Posteriormente, passou para drogas mais pesadas, como a heroína.

Sua família havia roubado todo seu fundo fiduciário, composto pelo dinheiro que ganhou com a série. Falida, atuou em The Amourous Adventures of Don Quixote and Sancho Panza (1976), um filme de conteúdo erótico.

E ela chegou a ser presa, e trabalhou por um período como prostituta, para sustentar o vício. Após a prisão, ela encontrou a religião e se reabilitou.


Ela voltou a atuar na série infantil School Bus Diaries (2016-2017).

Lauren Chapin em School Bus Diaries

Em 1977, todo o elenco original da série se reuniu no filme A Reunião do Papai Sabe Tudo (The Father Knows Best Reunion, 1977). No mesmo ano, fizeram outro filme, o natalino Father Knows Best: Home for Christmas (1977).



Nos filmes do reencontro do elenco, Kyle Richards, do reality show The Real Housewives of Beverly Hills, interpretava uma das filhas de Betty.



Papai Sabe Nada


No Brasil, entre 1963 e 1966 a TV Record produziu a série Papai Sabe Nada, que era uma paródia de Papai Sabe Tudo, estrelada por Renato Corte-Real e sua família (a esposa Bisu, e os filhos Renato Corte-Real Jr. e Ricardo Corte-Real).





Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

1 comentário:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil