Atriz Sue England morre aos 89 anos


Morreu aos 90 anos, a atriz Sue England, que atuou em filmes como Cinderela em Paris (Funny Face, 1957), com Audrey Hepburn e O Barco do Amor (Clambake, 1967), com Elvis Presley.



Sue England nasceu em 17 de julho de 1928, em Tulsa, Oklahoma. Aos seis anos de idade venceu o concurso mirim de "Miss Tulsa" Anos mais tarde também venceria o título de Oklahoma's Sweetheart.

Em 1945 estreou no cinema, como a filha de Merle Oberon em Sublime Indulgência (This Love of Ours, 1945), na Universal. A atriz recebeu boas críticas por seu papel inicial

O diretor William Dieterle dando instruções para Charles Korvin, Merle Oberon
e Sue England em Sublime Indulgência

Emprestada para a Warner Brothers, ela protagonizou A Maldição da Torre (Kidnapped, 1948), ao lado de Roddy McDowall. De volta a Universal, coadjuvou Thelma Ritter em Almas Abandonadas (City Across the River, 1949).

Cartaz de A Maldição da Torre

Mas o estúdio parecia não se interessar por ela, e Sue England começou a buscar trabalhos também na televisão, atuando em programas como The Silver Theatre e O Cavaleiro Solitário (Lone Ranger).

Já sem contrato, atuou em produções menores como Sob o Manto da Intriga (The Underwold Story, 1950) e Bomba e a Escrava (Bomba and the Hidden City, 1950), estrelado por Johnny Sheffield, antigo astro mirim dos filmes de Tarzan com Johnny Weissmuller.

Com Johnny Sheffield em Bomba e a Escrava

Na primeira metade da década de 50 praticamente só atuou na televisão, retornando ao cinema em um pequeno papel em Rebelião dos Brutos (Hell's Outpost, 1954). Neste período ela ainda atuaria em Terror na Ilha das Mulheres (The Women of Pitcairn Island, 1956), O Trampolim do Diabo (The Devil's Hairpin, 1957) e A Mulher Que Eu Amo (Loving You, 1957), com Elvis Presley. Sue também interpretou a modelo Laura no filme  Cinderela em Paris (Funny Face, 1957), estrelado por Fred Astaire e Audrey Hepburn.

Paul Smith, Ruta Lee, Kay Thompson, Fred Staire e Sue England em Cinderela em Paris

Na televisão, fez papéis regulares na série Brooken Arrow (1956-1957) e como convidada em séries como Papai Sabe Tudo (Father Knows Best), Perry Mason, Peter Gunn, Laramie, Perdidos no Espaço (Lost in Space) e Daniel Boone (estrelada por Fess Parker).

Sue England e Raymund Burr em Perry Mason

Em 1967 fez seu último filme, O Barco do Amor (Clambake, 1967), novamente com Elvis Presley. Em 1974 ela abandonou definitivamente a carreira artística.

Em 1955 ela casou-se com o ator e diretor Larry Stewart, com quem permaneceu casada até a morte dele em 1997. O casal teve duas filhas, e foi justamente uma de suas filhas que divulgou, através de suas redes sociais, a morte da atriz.

Sue England e Larry Stewart

Sue England faleceu em sua residência em Van Nuys, Califórnia, em 19 de março de 2018, mas sua filha só informou sua morte em agosto, relembrando o aniversário da mãe ocorrido no final de julho. 


Leia também: O galã Bradford Dillman

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil