Eu visitei o Rick's Café, em Casablanca


Não costumo escrever experiências pessoais, nem textos em primeira pessoa aqui, mas recentemente visitei o Rick's Café, uma réplica do famoso café de Humprey Bogart no clássico Casablanca (1942), na cidade de Casablanca, no Marrocos.

Vou contar aqui um pouco da minha experiência, e relatar o que vi neste café lindo, que me remeteu para dentro de um dos meus filmes favoritos.

Eu estava fazendo mestrado em Comunicação Multimédia em Portugal, mas chegou a hora de voltar para casa. Procurando passagens mais baratas, acabei comprando da companhia aérea Royal Air Moroc, com uma escala de 21 horas em Casablanca. Aproveitei esse longo intervalo para visitar a cidade, e claro, o famoso café. Essa longa espera me permitiu realizar um sonho! Relatei como foi viajar por esta cia aérea em outra matéria, se te interessar, o link está aqui.

Após deixar o aeroporto, jantar e deixar as malas no hotel (fornecido pela empresa de aviação), aproveitei o resto da noite para visitar o Rick's Café. Afinal, "everbody comes to Ricky!"

A fachada do prédio não é igual do filme, mas é imponente, e para um fã do filme, apenas ver aquele letreiro emociona.


O Rick's Café de Casablanca não foi o cenário original do filme. A casa noturna onde Bogart reencontra Ingrid Bergman, na verdade, foi construída nos estúdios da Warner Brothers, na Califórnia, pois devido a Segunda Guerra Mundial, era perigoso viajar para filmar na África, além de ter um custo muito mais elevado de produção.

Porém, os fãs do filme sentiam falta de algo que remetesse ao filme na cidade popularizada por batizar o vencedor do Oscar de Melhor filme de 1943. Foi em 2004 que Kathy Kriger, uma ex-diplomata americana em Marrocos, reformou uma antiga mansão, reproduzindo o ambiente do filme em seu café.

Na entrada da casa, um cartaz exibe a seguinte mensagem: "Por favor, deixe as suas preocupações e problemas lá fora e goze agradáveis momentos conosco. Quis que o Rick’s fosse um local que recebesse residentes e turistas, onde amigos pudessem encontrar pessoas que conhecessem, e com o ambiente nostálgico e reminescente de tempos mais felizes e menos complicados. Tentamos criar uma atmosfera confortável para beber, jantar e conversar com música, decoração e elementos de arquitetura que façam lembrar o lendário filme “Casablanca”. “Here’s Looking At You, Kid!"




Quando cheguei na casa ela já estava quase fechando, então haviam poucas pessoas lá dentro, porém o local é o segundo ponto mais visitado por turistas na cidade. A casa não é uma réplica exata, mas tem muitas referências ao filme, além de ser muito acolhedora, e os funcionários usam roupas que nos fazem lembrar do Sydney Greenstreet.

No bar, perguntei se havia algum drink típico marroquino, mas fui informado que não. O barman me disse que há o vinho marroquino, mas que ele não recomendava (ele me deu uma prova, e realmente não é o melhor vinho do mundo, ainda mais depois de morar dois anos em Portugal). Acabei tomando um mojito, e ganhei uma porção de um salgadinhos de queijo, gostoso, mas bastante apimentado.

O preço é meio caro, o drink, com a taxa de serviço custou 12 euros. Um jantar pode sair 40 euros, mas quem tiver uma graninha extra, e tiver de passagem pela cidade, vale muito a pena a visita. Quando visitei, devido a hora, o local estava praticamente vazio (apenas um grupo boêmio em uma sala no segundo andar), porém, para o jantar, recomenda-se reservar uma mesa pelo site da casa (disponibilizei ele no final da matéria).









Fotos dos cenários originais de Casablanca

A casa tem muitos ambientes, e todos eles são ricamente decorados. Há também um sala com mesas, onde sempre uma televisão exibe o clássico dirigido por Michael Curtiz. Nesta sala também há diversos cartazes do filme decorando as paredes. Não fiz muitas fotos nesta sala porque um grupo de jovens fumava narguilé após o jantar.



Há também, claro, um pianista. E embora o piano de cauda não lembre o usado por Dooley Wilson no filme, não pode faltar a execução da também clássica canção tema As Time Goes By. Em algumas noites, ocorrem apresentações de Jazz.


Abaixo, deixo uma seleção de fotos que fiz na casa, a qualidade não é muito boa, porque não permitem que usem flash lá dentro, e a ambientação é escura.

 É cinéfilo, e está em Casablanca (mesmo que apenas em uma escala longa como eu), dê um pulo no Rick's Café, e aproveite para ver a mesquita a noite, iluminada, pois ela é linda.













Rick’s Café
248, bd Sour Jdid Quartier, Ancienne Médina Casablanca, Marrocos
Abre todos os dias, horário: 12:00 - 15:00, 18:30 - 01:00.


E este sou eu, Diego, o autor desta página. Prazer!


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

2 comentários:

  1. Parabens Dieguito. Não temos mais contato mas eu sempre ficarei feliz em ver suas realizações. É isso aí garoto. Adorei esse passeio. :)

    ResponderEliminar

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil