Morre Robert Kerman, astro de Holocausto Canibal


Robert Kerman, astro do polêmico filme Holocausto Canibal (Cannibal Holocaus, 1980), morreu em uma clínica de repouso no dia 27 de dezembro, aos 71 anos de idade.

Dirigido pelo italiano Ruggero Deodato, o filme  causou polêmica em seu lançamento. Filmado na Venezuela, as cenas de canibalismo foram consideradas fortes demais, e muitas pessoas acharam que os atores haviam sido realmente assassinados. Deodato foi processado e precisou apresentar os atores no tribunal para confirmar sua inocência.

Kerman fez mais dois filmes do gênero terror trash com o tema canibalismo na sequência, Canibal Ferox (Cannibal Ferox, 1981) e Vivos Serão Devorados (Mangiati vivi!, 1981), ambos dirigidos por  Umberto Lenzi.



Com o nome de Richard Bolla, ou R. Bola, Kerman também foi um dos maiores astros da indústria pornô das décadas de 70 e 80. Ele estreou no gênero em 1975, e fez mais de 180 filmes adultos, até 1985.

Curiosamente, foi um dos poucos atores de filmes adultos a ter uma carreira paralela no cinema mainstream de Hollywood. Em 1977 ele atuou em A Garota do Adeus (The Goodbye Girl, 1977), e foi reconhecido como astro porno pelo colega Richard Dreyfuss durante as filmagens. Ele ainda atuou em Aeroporto 79: O Concorde (The Concorde... Airport '79, 1979), Sem Saída (No way Out, 1987) e Homem Aranha (Spiderman, 2002). Seu último trabalho no cinema foi no premiado curta-metragem Vic (2005), dirigido por Sage Stallone.

Jake Teague, Michael Gaunt, e Robert Kerman em Aeroporto 79: O Concorde

Robert Kerman tinha 71 anos de idade, e nunca se casou ou teve filhos. A causa da morte não foi divulgada.



 
Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube


0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil