Morre o ator Jairo Arco e Flexa, aos 81 anos de idade


Morreu o ator, diretor, jornalista, escritor e tradutor paulistano Jairo Arco e Flexa, que atuou em inúmeras novelas, peças de teatro e filmes nacionais.
Nascido em 1937, Jairo iniciou sua carreira como ator na metade da década de 50, estreando como ator aos 18 anos, na peça A Vida Impressa em Dólar (1955), no Teatro Oficina. No Teatro, atuou nos palcos do Teatro de Arena e TBC. Ele participou de montagens lendárias como Liberdade, Liberdade (1965), Arena Contra Tiradentes (1967), e Navalha na Carne (1967) da qual também foi diretor (e por seu trabalho na direção, levou o  Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte).
Jairo Arco e Flexa em Navalha na Carne
A maioria das peças em que atuou tinha cunho político, e tiveram problemas com a censura e a ditadura militar, fazendo com que o ator e diretor se auto exilasse por um tempo nos Estados Unidos. De volta ao Brasil, retomou sua carreira no começo da década de 80, atuando também no cinema e televisão.
Na televisão, sua estreia foi no Grande Teatro Tupi. Atuou em diversas novelas, passando por várias emissoras. Na  Excelsior fez Sozinho no Mundo (1963) e muitos espetáculos do Teleteatro do 9, na Record atuou e Venha Ver o Sol Na Estrada (1973), na TV Bandeirantes fez Os Adolescentes (1981), Ninho da Serpente (1982) e A Filha do Silêncio (1982), e no SBT atou em Acorrentada (1983). Seu último trabalho na televisão foi na minissérie O Portador (1991), na Rede Globo. A série causou polêmica por ser a primeira obra da teledramaturgia brasileira a retratar a questão da AIDS.
No cinema, estreou em um longa metragem derivado da série O Vigilante Rodoviário, chamado O Vigilante e os Cinco Valentes (1964). Atuou ainda em filmes como Anuska, Manequim e Mulher (1968), Lua de Mel e Amedoim (1971), Independência ou Morte (1972), A Infidelidade ao Alcance de Todos (Segmento A Tuba, 1972) e no polêmico Amor Estranho Amor (1982), de Walther Hugo Khouri, com a futura apresentadora infantil Xuxa. 
Tarcísio Meira, Kate Hansen, Glória Menezes (de costas) e Jairo Arco e Flexa no filme Independência ou Morte

Jairo Arco e Flexa faleceu em 19 de setembro de 2018, aos 81 anos de idade. Sua morte foi divulgada por amigos nas suas redes sociais, mas a causa de sua morte não foi informada.


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil