Morre a atriz Laurie Mitchell, de Rebelião dos Planetas (1958), aos 90 anos


 Laurie Mitchell é conhecida pelos fãs de cinema como a Rainha Yllana, no clássico de ficção científica Rebelião dos Planetas (Queen of Outer Space, 1958), estrelado por Zsa Zsa Gabor.
 
Porém, as belas feições da atriz não é visto neste clássico B, já que sua personagem tem o rosto deformado, e passa boa parte do filme coberto com uma máscara.
 
Laurie Mitchell como a Rainha Yllana 
 
Mickey Koren, seu nome verdadeiro, nasceu em 14 de julho de 1928, em Nova York. Muito jovem Laurie começou a participar de concursos de beleza, ganhando alguns títulos. Isto lhe abriu as portas para trabalhos como modelo, e 1954 fez sua estreia como atriz, atuando na televisão.
 
Em 1949 ela havia se casado com o trompetista e mágico Larry White, e fez seus primeiros trabalhos como atriz usando o nome de Barbara White. Sua estreia no cinema foi em um pequeno papel, como uma das namoradas de Ned (personagem de Kirk Douglas) em 20.000 Léguas Submarinas (20,000 Leagues Under the Sea, 1954).
 
Laurie nunca se tornaria uma estrela do primeiro time, e por muito tempo atuou como figurante em filmes como Com Lágrimas na Voz (The Helen Morgan Story, 1957), estrelado por Ann Blyth. Também apareceu em filmes como O Vício Singra o Mississipi (The Rawhide Years, 1956) e Quando as Pistolas Decidem (The Oklahoman, 1957) e na série As Aventuras do Super-Homem (Adventures of Superman), estrelada por George Reeves.
 
Laurie teve sua primeira grande chance no filme de baixo orçamento Attack of the Puppet People (1958), ao lado do ator Kenny Miller. Como Kenny, um ator pouco lembrado, tornou-se uma atriz de filmes chamados "trash", os filmes baratos da década de 50, que a tornaram cult muitos anos após sua aposentadoria. Em seguida atuou em Rebelião dos Planetas (Queen of Outer Space, 1958) e Terríveis Monstros da Lua (Missile to the Moon, 1958).
 
Laurie Mitchel (ao centro) em Attack of the Puppet People,
Kenny Miller é o primeiro homem a direita
 
 Laurie Mitchell e Gary Clarke Terríveis Monstros da Lua
 
Em 1959 foi escalada para atuar em Quanto Mais Quente Melhor (Some Like is Hot, 1959), como a trompetista Mary Lou, uma das muitas garotas da banda onde Jack Lemmon e Tony Curtis se infiltram travestidos de mulher.
 
Marilyn Monroe viu Laurie no camarim e exigiu que ela pintasse os cabelos de um tom mais escuro, pois a estrela exigia que nenhuma outra atriz do filme poderia ter os cabelos tão claro como os seus.
 
Laurie Mitchell em Quanto Mais Quente Melhor
 
Sem muitos trabalhos no cinema, dedicou-se a televisão, atuando em séries como Maverick, Bonanza, Laredo e Surfside 6. No cinema, ainda fez participações em filmes como Carícias de Luxo (That Touch of Mink, 1962) e Fúria de Brutos (Gunfight at Comanche Creek, 1963). Este último, um filme estrelado por Audie Murphy, onde a atriz teve um de seus melhores papéis.
 
Laurie e Audie Murphy em Fúria de Brutos
 
Laurie Mitchell abandonou o cinema em 1971, passando a dedicar-se a sua família. Muitos anos após viver reclusa, foi redescoberta por uma nova geração de fãs, e passou a dar entrevistas e gravar comentários para os DVDs dos filmes de ficção científica que atuou, e assinar autógrafos em convenções e feiras para fãs.
 
 
A atriz faleceu em 20 de setembro de 2018, aos 90 anos. Sua morte foi informada por sua filha ao historiador Tom Waver, que entrevistou Laurie para um livro sobre filmes de baixo orçamento.
 
Leia também: A estrela Ann Blyth
Leia também: Dorothy Toy, a "Ginger Rogers" oriental
 
Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil