Os imitadores da dupla Bud Spencer e Terence Hill


Nas décadas de 60 a 80, a dupla Bud Spencer e Terence Hill levou milhões de pessoas aos cinemas para ver os seus filmes.

Juntos desde Deus Perdoa... Eu Não (Dio Perdona... Io no!, 1967), a dupla fez 18 filmes juntos, 19 se considerarmos Aníbal, O Conquistador (Annibale, 1959),  onde eles não contracenam juntos.

A bilheteria de seus filmes chamava a atenção dos produtores, que queriam criar formas para repetir tal sucesso.

Terence Hill e Bud Spencer

Em 1974 o diretor Ferdinand Baldi dirigiu Carambola (Idem, 1974), estrelado pela dupla Michael Colby e Paul L. Smith. O filme era um Western Spaguetti, que repetia a mesma fórmula, o barbudo grandão zangado e o loiro metido a galã, ambos jogadores de sinuca (carambola, na Itália).

Michael Colby e Paul Smith e Terence Hill e Bud Spencer

No cartaz, em italiano, lia-se a seguinte frase: "Nem Trinity, nem Bambino: nos chamam Carambola”, numa alusão aos personagens de Hill e Spencer no filme Trinity Ainda é Meu Nome (Continuavano a chiamarlo Trinità, 1971). Eles ainda fariam a sequência, repetindo os mesmos personagens em   Trinity e Carambola - A Dupla Invencível (Carambola, filotto... Tutti in Buca, 1975).




Em 1975 eles interpretaram os personagens Contínuo Me Chamando Carambola (Simone e Matteo em  Simone e Matteo: Un Gioco da Ragazzi, 1975). A produtora norte-americana Film Ventures International comprou os direitos de exibição do filme nos Estados Unidos, rebatizando-o de Convoy Buddies, e o produtor Edward L. Montoro rebatizou a dupla de Bob Spencer e Terrance Hall. O ator Paul Smith não gostou, e processou o produtor, alegando que a única coisa que um ator tem é seu nome, e sem ele não é nada. Ele ganhou o processo e foi indenizado pelo produtor cinematográfico.
Cartaz com os nomes Terrence Hall e Bob Spencer


A dupla Simone e Matteo ainda seria vista no filme Não Somos Anjos (Noi Non Siamo Angeli, 1975) e  Il Vangelo Secondo Simone e Matteo (1976), último filme em que ambos atuaram juntos.

Não Somos Anjos (1975)

Michael Colby (1944)

Michael Colby na verdade chama-se Antonio Cantafora, e também atuou em diversos filmes usando seu nome original. Italiano, nasceu na Calabria em 02 de fevereiro de 1944. Estreou no cinema em O Amargo Sabor da Vingança (El Desperado, 1967).

Michael Colby, ou Antonio Cantafora

Atuou em filmes como E Deus Disse a Caim (E Dio disse a Caino..., 1970) e Matem Trinity (Un Bounty Killer a Trinità. 1972). Em 1975 atuou em Gabriela (1975), de Bruno Barreto, estrelado por Sonia Braga e Marcelo Mastroianni. Ele interpretou Tonico Bastos. Em 1979 atuou com Joan Collins em The Bitch (1979). Atuou também em Entrevista (Intervista, 1987), de Federico Fellini. Ainda trabalha no cinema.

Mastroianni e Cantafora em Gabriela

Paul L. Smith (1936-2012)


Paul Smith nasceu em 24 de junho de 1936, em Massachusetts, Estados Unidos. Smith começou a jogar futebol americano no colégio, e graças ao esporte ganhou uma bolsa para estudar filosofia na Florida State University.

Estreou no cinema em Exodus (Idem, 1960), uma produção norte americana filmada em Israel. Em 1967 ele retornou ao país, como voluntário para lutar na Guerra dos Seis Dias. Smith ficou no país até 1973, atuando em cinco produções filmadas por lá, incluindo Uma Luz Lá no Céu (Gospel Road: A Story of Jesus, 1973), uma produção americana estrelada por Johnny Cash.



Mudou-se então para à Itália, onde fez filmes aproveitando a sua semelhança com Bud Spencer. Mudou-se então para Hollywood, onde atuou em filmes como O Expresso da Meia-Noite (Midnight Express, 1978), Duna (Dune, 1984) e Maverick (Idem, 1994). Em 1980 interpretou o Brutus na versão cinematográfica de Popeye (Idem, 1980), dirigida por Robert Altman. Também teve um papel de destaque na minissérie Massada (Idem, 1981).

Paul Smith e Robin Williams em Popeye

Convertido ao judaísmo, mudou-se com a família para Israel em 2006, onde ele faleceu em 25 de abril de 2012, aos 75 anos de idade.




István Bujtor (1942–2009)


Houve ainda o ator húngaro István Butjor. No cinema desde 1964. István era o dublador oficial de Bud Spencer no país, onde o ator era muito popular (existe até uma estátua dele em Budapeste)

Bud Spencer e István Butjor

Em 1981 ele estrelou A Pogány Madonna (1981), onde interpretava Ötvös Csöpi, imitando os tipos e jeitos de Bud Spencer (e com o a voz que o ator sempre fora visto nas telas). Ele interpretou a personagem em sete filmes, sendo o último em 2008.


Estátua de Bud Spencer em Budapeste



Leia também: Relembrando Bud Spencer.

Leia também: Por onde Anda? Ron Ely, o Inesquecível Tarzan.

Leia também: Que fim levou Manuel Paddila Jr? O Jay de Tarzan


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

1 comentários:

Enviar um comentário