Por Onde Anda? Denise Dumont, a brasileira que filmou com Woody Allen


Nas décadas de 1970 e 80 a atriz Denise Dumont era presença constante nas telas do cinema e televisão brasileira. Muito bonita, ela também estampou diversas capas de revistas, e protagonizou as famosas foto-novelas, muito populares na época.


Denise Dumont e Mário Cardoso em uma foto-novela

Denise Dummont Bittencourt Teixeira nasceu em Fortaleza, Ceará, em 20 de março de 1955. Denise é filha da atriz e pianista Margout Bittencourt (1929-2007), que estrelou alguns filmes brasileiros na década de 1950 e do compositor Humberto Teixeira (1915-1979), principal parceiro de Luiz Gonzaga. A parceria de Humberto e Gonzaga rendeu grandes clássicos da música brasileira, inclusive  a famosa canção Asa Branca.

Margout Bittencourt

Humberto Teixeira e a pequena Denise Dumont

Denise Dumont tinha 16 anos de idade quando conheceu o diretor Daniel Filho, que a convidou para atuar na novela O Semideus (1973). Mas ela não se saiu bem em seu primeiro trabalho como atriz, e após constantes atritos com o diretor, pediu para deixar o elenco da novela.

Glória Menezes e Denise Dumont em O Semideus

Insatisfeita com seu desempenho, mas ainda sonhando em ser atriz, foi morar com a avó em Nova York, onde estudou atuação. De volta ao Brasil em 1978, conseguiu uma segunda chance na novela Ciranda, Cirandinha (1978). Desta vez ela fez sucesso, e emplacou diversos trabalhos na sequência, atuando em Gina (1978), Marron Glacé (1979), Marina (1980), Baila Comigo (1981) e Voltei Para Você (1983-1984). Em 1982 também estrelou a minissérie Quem Ama Não Mata (1982), todas produções de Rede Globo.

Lauro Corona e Denise Dumont em Marina

João Carlos Barroso e Denise Dumont em Marron Glacê

Denise Dumont e Daniel Dantas em Quem Ama Não Mata

Denise Dumont e o cantor Cazuza, com quem namorou

No cinema, estreou em Terror e Êxtase (1980), e também fez muitos trabalhos no começo da década de 1980. Denise foi a mocinha de Os Vagabundos Trapalhões (1980), e ainda participou de Eros, O Deus do Amor (1981), Filhos e Amantes (1981), Rio Babilônia (1982), Bar Esperança (1983) e Amenic - Entre o Discurso e a Prática (1985).

Roberto Bonfim e Denise Dumont em Terror e Êxtase

Denise Dumont em Os Vagabundos Trapalhões

Denise Dumont e André de Biasi em Filhos e Amantes

Denise Dumont em Rio Babilônia

Em 1985 Denise Dumont atuou em O Beijo da Mulher Aranha (Kiss of the Spider Woman, 1985), uma produção internacional dirigida por Hector Babenco, com um elenco de astros como William Hurt (que ganhou um Oscar por este filme), Raul Julia e a nossa Sonia Braga.

O Beijo da Mulher Aranha fez muito sucesso, e foi indicado para diversos Oscars, incluindo a categoria Melhor Filme.

Denise Dumont e Miguel Falabella em O Beijo da Mulher Aranha

Denise foi para os Estados Unidos, para o lançamento em Nova York, e aproveitou para passar uns meses com mãe, que morava no país após se aposentar. O que era pra ser uma curta temporada, acabou virando permanente.

Lá ela conheceu o produtor americano Matthew Chapman, e com ele se casou. Nos Estados Unidos, atuou em um episódio da série The Equalizer (1986) e no ano seguinte foi convidada por Woody Allen para atuar no filme A Era do Rádio (Radio Days, 1987). O diretor procurava uma atriz brasileira que soubesse cantar e dançar, e Denise só soube depois que iria interpretar Carmen Miranda no filme.


Desde então ficou morando no exterior, mas nunca deixou de vir passar temporadas no Brasil. Em 1987 atuou na série Corpo Santo (1988), na TV Manchete, e fez os filmes Tudo em uma Noite Só (1987), No Coração da Noite (1988) e Jorge, Um Brasileiro (1988).

Depois afastou-se da carreira para cuidar dos filhos (ela tem um filho com o ator Claudio Marzo e uma filha com o produtor Chapman). Em 1995 fez uma participação especial no seriado Confissões de Adolescentes, dirigido por Daniel Filho. Com o diretor também participou da série Mulher, em 1998, e As Cariocas, em 2010.

Em 1998 também atuou no filme norte-americano Heartwood (1998), ao lado do veterano Jason Robards e da novata Hilary Swank. Depois, só retornaria ao cinema no recente Tim Maia (2014). Denise também esta confirmada no elenco de El Olor del Olvido, de Bruno Barreto, que ainda está em produção.

Em 2009 ela produziu o documentário O Homem Que Engarrafava Nuvens (2009), sobre a carreira de seu pai.





Denise Dumont atualmente

Kathleen Turner, Denise Dumont e Sonia Braga

Denise Dumont e Adriano Reyes





Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Publicar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil