Por onde anda a atriz Susan Dey?



Em 1970, a emissora de televisão ABC criou a série musical A Família Dó-Ré-Mi (The Partridge Family, 1970-1974), que tornou-se um sucesso imediato, durando quatro temporadas, totalizando 96 episódios. Curiosamente, a série que retratava uma família de cantores e músicos fora inspirada na história real da família Von Trapp, que foi retratada no filme A Noviça Rebelde (The Sound of Music, 1964).



A série era estrelada pela atriz Shirley Jones, ganhadora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por Entre Deus e o Pecado (Elmer Gantry, 1960) e pelo jovem e belo ator e cantor David Cassidy. 

Cassidy, que interpretava o filho de Jones na série, era enteado da atriz na vida real. Susan Dey vivia a jovem Laura Partridge.

Susan Hallock Dey nasceu em 10 de dezembro de 1952, em Pekin, Illionis. Filha de um jornalista e uma enfermeira, Susan começou a trabalhar como modelo ainda criança, chamando a atenção por sua beleza.

Susan Dey, como modelo

Aos 17 anos, sem nenhuma experiência como atriz, aceitou o convite para ingressar no elenco de A Família Dó-Ré-Mi. O papel inicialmente fora oferecido para a jovem cantora Olivia-Newton John, que foi aconselhada por seu agente a recusar o mesmo. A série tornou-se um sucesso imediato, catapultando a atriz ao estrelato.

A família Patridge fez tanto sucesso, que começou a "aparecer" em diversos veículos, sendo convidados em desenhos animados como Os Flintstones e Goober e os Caçadores de Fantasmas (Goober and the Ghost Chasers).

Em 1974, eles ganharam a sua própria animação, o desenho futurista Partridge Family 2200 AD(1974-1975), produzidos pela Hanna Barbera. Muito parecido com Os Jetson, o desenho foi exibido no Brasil com o nome de Família Dó-Ré-Mi.


Quando a série foi cancelada, Susan passou a fazer aparições em séries como atriz convidada, mas sua carreira nunca mais teve a mesma repercussão. Ela havia estreado no cinema em Vôo 502: Em Perigo (Skyjacked, 1972) e protagonizou alguns telefilmes, mas nunca deslanchou como atriz cinematográfica. Em 1978, ela recusou o papel principal em Grease, Nos Tempos da Brilhantina (Grease, 1978), que foi para Olivia-Newton John (que havia recusado o papel original em Família Dó-Ré-Mi anos antes).

Susan Dey e Leslie Uggams em Vôo 502: Em Perigo (Skyjacked, 1972).

Seu filme mais importante foi O Seu Primeiro Amor (First Love, 1977), ao lado de William Kat, que anos mais tarde protagonizaria a série Super-Herói Americano(The Greatest American Hero, 1981-1986).

Susan voltou a atuar em séries de TV, como Loves Me, Loves Me Not (1977), L.A. Law (1986-1994) e Love & War (1992-1995). Por seu papel da advogada Grace Van Owen, em L.A. Law, foi indicada cinco vezes ao Globo de Ouro, sendo agraciada com o prêmio em 1988.

Harry Hamlin e Susan Dey em L.A. Law.

Seu último trabalho como atriz foi em uma participação de dois episódios na série Parceiros da Vida (Third Watch), em 2003.

Susan Dey em Parceiros da Vida (Third Watch).

Em 1994, o ator David Cassidy lançou uma biografia, onde contou ter tido um relacionamento amoroso com a atriz. Susan ficou brava e cortou relações com Cassidy. Devido a isso, a atriz se recusou a participar de qualquer reunião do elenco da série. Com a morte de David e da atriz Suzanne Crough em 2015 (ela interpretava a pequena Tracy e faleceu aos 52 anos de idade), uma reunião do elenco nos dias de hoje parece algo praticamente impossível.

Casada e mãe de uma filha, Susan Dey hoje é membro do conselho do centro Médico da Universidade da Califórnia, dedicado a vítimas de abusos sexuais. Também trabalhou como produtora de filmes e documentários e ministra palestras contando como superou a anorexia nervosa que ela teve por muitos anos.
Confira um tributo a atriz Susan Dey

Susan Dey atualmente


Susan Dey e David Cassidy


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil