Morre o ator e fisiculturista Mark Forrest, aos 89 anos de idade



O ator Mark Forrest, astro dos filmes de aventura italianos conhecidos como capa e espada (peplum) morreu no dia 7 de janeiro, um dia após completar 89 anos de idade. Forrest foi o segundo ator norte-americano (o primeiro foi Steve Reeves) contratado por produtores italianos para viver os heróis musculosos do cinema europeu, tão populares nas décadas de 1950 e 1960.




Neto de italianos, Lorenzo Luis Degni nasceu em Nova York em 06 de janeiro de 1933. Ele começou a malhar aos 13 anos de idade, inspirado nas revistas de fisiculturismo, e logo o rapaz também estava estampando as revistas que ele tanto admirava.



Forrest montou sua própria academia, e participou de competições de fisiculturismo , como o Mr. America de 1952, antes de ingressar no show bussiness. Um produtor de Hollywood o viu em uma publicação, e o chamou para fazer teste para ser o novo Tarzan, mas ele não conseguiu o papel.

Forrest conseguiu apenas fazer uma figuração no filme O Egípcio (The Egyptian, 1954), mas acabou contratado por Mae West para fazer parte de seus espetáculos burlescos.

Nesta época, Steve Reeves estava na Itália fazendo sucesso interpretando heróis fortes como Hércules e Maciste, e Mark Forrest foi convidado para atuar no país, sendo o segundo ator norte-americano a ser levado para virar astro do gênero na Europa. 

Como só falava italiano em casa com seus familiares, foi fácil para ele fazer a transição de continente. Ele estreou no cinema italiano em Golias e o Dragão (La Vendetta di Ercole, 1960).



No mesmo ano interpretou pela primeira vez o personagem Maciste, em Maciste no Vale dos Reis (Maciste Nella Valle dei Re, 1960). Forrest foi o ator que mais viveu Maciste nas telas, tendo dado vida ao personagem em 7 filmes.

Nos anos seguintes, ele estrelou Maciste Contra Os Lanceiros (Maciste, L'Umo Più Forte Del Mondo, 1961), Os Gladiadores do Império Romano (Maciste, Il Gladiatore Più Forte del Mondo, 1962), Golias e os Pecadores da Babilônia (Maciste, L'eroe Più Grande del Mondo, 1963), Hércules Contra os Mongóis (Maciste Contro i Mongoli, 1963), Maciste, o Gladiador de Esparta (Maciste, Gladiatore di Sparta, 1964), Hércules Contra Gengis Khan (Maciste nell'Inferno di Gengis Khan, 1964) e O Leão de Thebas (Il Leone di Tebe, 1964).




Em 1965, após estrelar Kindar, O Invulnerável (Kindar, L'Invulberabile, 1965), ele resolveu abandonar o cinema. Ele pegou o dinheiro que havia ganho como ator e investiu em uma nova carreira, tornando-se cantor de ópera, que era um sonho antigo seu.



Quando se aposentou da vida artística, retornou aos Estados Unidos, onde trabalhou como instrutor de canto na Califórnia e personal trainer.




0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil