Atriz Cara Williams, indicada ao Oscar por Acorrentados (1958), morre aos 96 anos de idade



A atriz Cara Williams, indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por Acorrentados (The Deafiant Ones, 1958), morreu no dia 09 de dezembro, aos 96 anos de idade. Sua morte foi comunicada por sua filha, Justine Jagoda. Williams estava internada a alguns dias em m hospital, onde sofreu um ataque cardíaco.


Tony Curtis, Cara Williams e Sidney Poitier em Acorrentados

Bernice Kamiat nasceu no Brooklyn, Nova York, em 29 de junho de 1925. Ela começou sua carreira ainda na infância, dublando o personagem Gaguinho, e estreou no cinema usando o nome de Bernice Kay.

Contratada pela Fox, apareceu pela primeira vez nas telas no western Cidade Sem Justiça (Wide Open Town, 1941). Ela fez pequenos papéis no estúdio no começo da década de 1940, ganhando maior destaque em Filho Querido (Happy land, 1943) e Por Enquanto, Querida! (In the Meantime, Darling, 1944). Cara Williams também interpretou a secretária de Gene Tierney no clássico Laura (Idem, 1944).


Cara Williams em Cidade Sem Justiça

A atriz ainda apareceu nos noir A Aranha (The Spider, 1945) e O Justiceiro (Boomerang!, 1947). Ela recebeu boas críticas após contracenar com Humphrey Bogart em O Crime Não Compensa (Knock on Any Door, 1949). Durante as filmagens, Bogart divertiu-se com a atriz nos bastidores, e disse que ela tinha timing para a comédia, algo até então inédito em sua carreira.

Na década de 1950 a atriz migrou para televisão, onde começou a fazer diversos papéis cômicos. Ainda neste período, também atuou nos filmes Monte Carlo Baby (1951), A Noiva do Papai (The Girl Next Door, 1953), Roubaram Meu Diamante! (The Great Diamond Robbery, 1954), Viva Las Vegas (Meet me In las Vegas, 1956) e Com Lágrimas na Voz (The Helen Morgan Story, 1957).


Cara Williams e June Haver em As Noivas do Papai


Audrey Hepburn e Cara Williams em Monte Carlo Baby


Cara Williams em Viva Las Vegas



Em 1958 ela ficou surpresa ao ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por Acorrentados (The Deafiant Ones, 1958), filme onde Tony Curtis e Sidney Poitier interpretavam dois fugitivos algemados um ao outro. Cara Williams interpretava uma viúva sofrida que criava o filho sozinha, e o menino se encantava com o foragido Curtis.


Tony Curtis e Cara Williams em Acorrentados


Em 1960 ela se tornou a estrela da série Pete and Gladys (1960-1062), que lhe rendeu uma indicação ao prêmio Emmy. ela também teve seu próprio sitcom, The Cara Williams Show (1964-1965), que saiu do ar porque Lucille Ball retornou para a televisão, e não havia espaço para duas ruivas comediantes na mesma emissora.





Após seu programa ser cancelado, ela foi diminuindo suas atuações, até se aposentar em 1982. No cinema, ainda apareceu em filmes como O Rei da Zona (Never Steal Anything Small, 1959), O Homem do Diner's Club (The Man From the Diners' Club, 1963), Mulheres de Médicos (Doctor's Wives, 1971) e O Grande Búfalo Branco (The White Bufallo, 1977).


Danny Kaye e Cara Williams em  O Homem do Diner's Club


Após deixar de atuar, Cara Williams tornou-se decoradora, e jogou poker profissionalmente. A atriz foi casada por três vezes - com Alan Gray, com quem teve uma filha; com o ator John Drew Barrymore (pai da atriz Drew Barrymore), com quem teve um filho; e com o ator Asher Dann, com quem ficou casada até a morte dele, em 2018.


Cara Williams e John Drew Barrymore





Veja também: Tributo a Rita Moreno


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram


Um comentário:

  1. Laura, não ganhou Oscar de melhor filme,ganhou melhor fotografia em preto e branco

    ResponderExcluir

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil