Morre o ator David Gulpilil, astro de A Longa Caminhada (1971)

Jenny Agutter e David Gulpilil em A Longa Caminhada


O ator e dançarino aborígene David Gulpilil, astro do cultuado filme A Longa Caminhada (Walkabout, 1971), faleceu no dia 29 de novembro, aos 68 anos de idade. O ator lutava contra um câncer há 4 anos.


David Gulpilil, Luc Roeg e Jenny Agutter em A Longa Caminhada

David Gulpilil nasceu na Austrália, e foi o primeiro ator de origem aborígene a fazer sucesso mundial. Ele não sabia sua data exata de nascimento, e acreditada ter nascido em 1953, devido a informações de missionários que faziam trabalhos voluntários na região em que ele nasceu.

Sem nunca ter frequentado a escola, nem ter estudado, ele aprendeu inglês apenas de ouvido, e trabalhava como caçador, rastreador e dançarino cerimonial de sua tribo. Em 1969 o diretor Nicolas Roeg foi até o norte da Austrália iniciar as filmagens de A Longa Caminhada (Walkabout, 1971), e se encantou com seu talento para a dança, e o convidou para estrelar seu filme.

Na trama, Gulpilil interpretava um adolescente nativo, que precisava atravessar o deserto sozinho, em um ritual de iniciação. Mas ele encontra duas crianças perdidas, vividas por Jenny Agutter e Luc Roeg (filho do diretor na vida real), e juntos eles fazem a travessia para sobreviver.

A Longa Caminhada ganhou A Palma de Ouro em Cannes, e fez um grande sucesso. Com apenas 16 anos de idade, Gulpilil virou um astro internacional, e foi apresentado para nomes como John Lennon, Muhamad Ali, Bob Marley e Bruce Lee.







O rapaz apareceu em diversos filmes e séries para a televisão, e em 1976 estrelou Marcado Para Morrer (Mad Dog Morgan, 1976), ao lado de Dennis Hooper. David Gupilil também teve uma bem sucedida carreira na dança, e se apresentou em diversos festivais internacionais. Também chegou a participar de uma ópera, em 1973.


David Gulpilil em Marcado Para Morrer

No cinema, esteve em diversas produções, como A Última Onda (The Las Wave, 1977), Os Eleitos: Onde o Futuro Começa (The Right Stuff, 1983), Crocodillo Dundee (Idem, 1986), Até o Fim do Mundo (Bis ans Ende Der Welt, 1991) e Geração Perdida (Rabbit-Proof Fence, 2002), que denunciava o mal trato das crianças aborígenes australianas, que eram sequestradas por famílias ricas para se tornaram empregados domésticos em regime de escravidão.


David Gulpilil em  Crocodillo Dundee


Em 2008 o diretor Baz Luhrmann o homenageou com um importante pape em Austrália (Australia, 2008), onde ele viveu um rei aborígene. Seu último trabalho como ator foi no filme Amigos Para Sempre (Storm Boy, 2018).


David Gulpilil em Austrália





0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil