Morre o ator e apresentador Edson Montenegro, vítima da Covid 19


Morreu no dia 21 de março  o ator, cantor, locutor e apresentador carioca Edson Montenegro, ele tinha 63 anos de idade e estava internado devido as complicações da Covid-19. Edson era ator, locutor, cantor e foi apresentador do programa Zoom (1999-2002), na TV Cultura. A morte de Edson foi confirmada por sua filha, através das redes sociais.

Zoom era um programa dedicado a divulgação curtas-metragens e animações brasileiras, além de entrevistas artistas e diretores.


Edson Montenegro nasceu no Rio de Janeiro, em 28 de outubro de 1957. Aos sete anos de idade, começou a cantar ao lado das irmãs, e em 1982, usando o nome de Edson Cruz, gravou seu primeiro disco, com repertório gospel e em 1984 ganhou um concurso de talentos no SBT.

Após se formar na Escola de Artes Dramáticas da USP, começou a atuar no teatro. Em 1996 estreou no cinema, atuando no filme Um Céu de Estrelas (1996). Também fez os filmes Boleiros: Era Uma Vez o Futebol... (1998) e Mundo Deserto de Almas Negras (2016). Em 2008 ele deu vida ao famoso músico norte americano Booker Pittman (pai de Eliana Pittman) no curta-metragem Booker Pittman e interpretou o pai de Buscapé no aclamado Cidade de Deus (2002).

Edson Montenegro como Booker Pittman

Na televisão, estreou como o Mandinga de Xica da Silva (1996), na TV Manchete. Atuou na minissérie Dona Flor e Seus Dois Maridos (1998) e nas novelas Metamorphoses (2004), Os Ricos Também Choram (2005), Cúmplices de Um Resgate (2015) e Apocalipse (2018), além de fazer diversas participações em programas e séries, como na série Sandy e Junior.

Edson Montenegro em Xica da Silva

Edson Montenegro em Sandy e Junior

Edson Montenegro em Cúmplices de Um Resgate

Um comentário:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil