Hal Holbrook, indicado ao Oscar por Na Natureza Selvagem, morre aos 95 anos de idade


O ator Hal Holbrook faleceu no dia 23 de janeiro, mas sua morte só foi divulgada na noite de 01 de fevereiro e foi anunciada por sua secretária Joyce Cohen. O ator tinha 95 anos, e morreu em sua residência em Beverly Hills.

Nascido em Cleveland, em 17 de fevereiro de 1925, Hal Holbrook fez seu nome como ator ao interpretar Mark Twain no teatro. Com uma longa e sólida carreira, ele estreou na televisão em 1955, mas só faria seu primeiro filme alguns anos depois, quando atuou em O Grupo (The Group, 1966).

Foi nos palcos e na televisão, que lhe deu 3 prêmios Emmys, que o ator mais trabalhou, mas atuou em filmes importantes ao longo de sua carreira. Em 1976 interpretou Garganta Profunda, o delator do presidente Nixon em Todos os Homens do Presidente (All the President's Men, 1976).

Hal Holbrook em Todos Os Homens do Presidente

No cinema, ele também atuou em A Grande Esperança Branca (The Great White Hope, 1970), A Batalha de Midway (Midway, 1976), Júlia (Julia, 1977), A Bruma Assassina (The Fog, 1980), Wall Street: Poder e Cobiça (Wall Street, 1987), A Firma (The Firm, 1993), Cine Majestic (The Majestic, 2001).

Hal Holbrook em A Bruma Assassina


Em 2007 interpretou Ron Franz, o senhor que ajuda o Chris McCandless em Na Natureza Selvagem (Into the Wild, 2007), papel que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Na época, Holbrook tornou-se o ator mais velho indicado a um Oscar, mas seu recorde foi batido posteriormente.

Hal Holbrook e Emily Hirsh em Na Natureza Selvagem

Recentemente o ator esteve na série Filhos da Anarquia (Sons of Anarchy) e atuou em Lincoln (Idem, 2012), de Steven Spielberg. Seus últimos papéis foram nas séries Greys Anatomy e Havaí 5.0, em 2017.





Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil