Por Onde Anda? Lou Ferrigno, o Incrível Hulk


Lou Ferrigno ficou famoso como Hulk na série de televisão O Incrível Hulk (The Incredible Hulk, 1977-1982). Ao lado de Bill Bixby (o Dr. David Banner), Ferrigno dividia o protagonismo da série, interpretando o fortão verde, após o personagem principal ficar nervoso.



Bill Bixby e Lou Ferrigno

Louis Jude Ferrigno nasceu em Nova York, em 09 de novembro de 1951. Filho de descendentes de italianos, Ferrigno era filho de um policial e cresceu no bairro do Brooklyn, em Nova York.

Quando criança, ele perdeu 80% da audição devido a infecções no ouvido, e por causa da sua condição física, sofreu muito bullying na escola, que o chamavam de "Louie surdo". Cansado de apanhar dos valentões do colégio, ele começou a levantar pesos aos 13 anos de idade.

Fã de Steve Reeves, Ferrigno não tinha dinheiro para comprar pesos, então fez os seus próprios, usando cabos de vassouras e baldes cheios de cimento.

Lou Ferrigno aos 16 anos de idade

Em 1969, após terminar o colégio, ele ganhou seu primeiro concurso importante de fisiculturismo, e chegou a treinar junto com Arnold Schwarzenegger na mesma academia. Em 1974 Ferrigno participou de seu primeiro concurso de Mr. Olympia, mas perdeu para Schwarzenegger. Ele concorreu no ano seguinte, ficando em terceiro lugar.

Lou Ferrigno e Arnold Schwarzenegger no Mr. Olympia em 1974

Sua tentativa de derrotar Schwarzenegger foi retratada no documentário O Homem dos Músculos de Aço (Pumping Iron, 1977). O sucesso do documentário fez de Ferrigno famoso. Franco Columbu também é uma das estrelas do filme.

Como não ganhava dinheiro nas competições, Ferrigno chegou a jogar brevemente futebol americano pelo Toronto Argonauts, mas foi cortado após dois jogos, depois de quebrar as pernas de um jogador durante uma partida.

No mesmo ano ele foi escalado para viver o fortão enfezado Hulk em O Incrível Hulk (The Incredible Hulk, 1977-1982), que fez um enorme sucesso e marcaria para sempre sua carreira. Embora não quase não contracenasse com Bill Bixby, eles se tornaram grandes amigos, e Ferrigno considerava Bixby como um "mentor" e uma "figura paterna", que o protegia e o aconselhava.

Ferrigno também chegou a interpretar um papel, sem maquiagem, na série de sucesso.

Lou Ferrigno contracenando sem maquiagem com Bill Bixy, em uma rara participação em O Incrível Hulk

Com o fim de Hulk, Ferrigno atuou em Trauma Center, uma série que foi cancelada após poucos episódios. Em 1983 Ferrigno estreou no cinema como o astro de Os Sete Magníficos Gladiadores (I Sette magnifici Gladiatori, 1983), uma produção italiana que tentava repetir o sucesso dos antigos filmes estílo "Hércules", que tanto fizeram sucesso no país algumas décadas atrás.

O elenco contava com antigos astros do gênero, fortões do passado como Brad Harris, Emilio Messina e Dan Vadis. Carla Ferrigno, a esposa de Lou (com quem ele se casou) também atua no filme, em sua estreia como atriz.

Apesar de ter feito outros filmes, Carla deixou de atuar para administrar a carreira do marido, com quem está casada até os dias de hoje. O casal tem três filhos.

Lou e Carla Ferrigno em Os Sete Magníficos Gladiadores

Com a esposa ele fez outro filme de aventuras na Itália, As Aventuras de Hércules (Le Avventure dell'incredibile Ercole, 1985). Nos Estados Unidos, o ator fez diversas participações em séries de televisão.


Em 1988 ele retomou o personagem Hulk, atuando com Bill Bixby no filme A Volta do Incrível Hulk (The Incredible Hulk Returns, 1988). Com direção de Bixby, a dupla se reencontraria em O Julgamento do Incrível Hulk (The Trial of the Incredible Hulk, 1989). Este filme conta com a primeira participação especial de Stan Lee no cinema, como um dos jurados do julgamento.


Stan Lee em O Julgamento do Incrível Hulk 

Lou Ferrigno fez alguns filmes de baixo orçamento, que exploravam seu tipo físico, como Desert Warrior (1988), A Arena da Morte (Cage, 1989) e Vingadores da Lei (Liberty & Bash, 1989) e também apareceu na comédia A Batalha de Huncky Chunks (All's Fair, 1989). Em 1989 ele também apareceu no clipe de Liberian Girl, do astro Michael Jackson.

Lou Ferrigno em Arena da Morte

Em 1990 Ferrigno e Bill Bixby trabalharam juntos pela última vez, em A Morte do Incrível Hulk (The Death of the Incredible Hulk, 1990). Bill Bixby morreria em 1993, com apenas 59 anos de idade.


A partir dos anos de 1990 sua carreira declinou, e ele apareceu em filmes pouco conhecidos, como Uma Cidade em Perigo (Hangfire, 1991), A Vingança dos Sapos Assassinos (Frogtown II, 1992) e O Poderoso Chefão Por Acaso (The Godson, 1998). Também estrelou A Arena da Morte II (Cage II, 1994). Nesta época, também começou a aparecer como ator convidado em diversas séries de televisão, como Connan, na qual ele participou em 1997.

Lou Ferrigno em Connan

O ator também voltou ao personagem Hulk, dublando a animação O Incrível Hulk (The Incredible Hulk), entre 1996 e 1997. O ator seguiu fazendo participações especiais em filmes e séries, além de comparecer em eventos destinados para os fãs.

Ao lado da esposa Carla, apareceu em diversos episódios da série O Rei do Queens (The King of Queen), entre 2000 e 2007. O casal interpretava a si mesmo na série. 

Ferrigno também interpretou a si mesmo na comédia Eu Te Amo, Cara (I Love You, Man, 2009).

Lou Ferrigno, Kevin James e Carla Ferrigno em O Rei do Queens

Daymon Wayans e Lou Ferrigno em Eu, A Patroa e As Crianças

Em 2003 Ferrigno também fez uma participação especial em Hulk (2003), estrelado por Eric Bana. O antigo astro de Hulk apareceu fazendo um segurança. Lou Ferrigno também fez um segurança em O Incrível Hulk (The Incredible Hulk, 2008), desta vez estrelado por Edward Norton. Ele também emprestou sua voz ao fortão verde nesta produção.

Stan Lee e Lou Ferrigno em O Incrível Hulk, de 2008

Ferrigno continuou dublando Hulk nos filmes da Marvel, embora não tenha sido creditado. Sua voz pode ser ouvida em The Avengers: Os Vingadores (The Avengers, 2012) e Vingadores: Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron, 2015).

Mark Ruffalo e Lou Ferrigno

Em frente as telas, apareceu em filmes como Sharknado 3: Oh, Não! (Sharkando 3: Oh Hell No!, 2015) e Escorpião Rei 4: Em Busca do Poder (The Scorpion King: The Lost Throne, 2015). O ator continua atuando, embora seus filmes não tenham mais tanta projeção.

Lou Ferrigno em  Escorpião Rei 4: Em Busca do Poder

Em 2009 o astro Michael Jackson contratou Lou Ferrigno para ser seu preparador físico. Jakcson, o "rei do pop" iria fazer uma série de shows, e queria estar em forma para as apresentações, porém acabou falecendo antes da turnê ser realizada. Eles eram amigos há algumas décadas.

Michael Jackson e Lou Ferrigno

Em janeiro de 2020, após oito anos trabalhando como policial no condado de Socorro, no Novo México, Lou Ferrigno foi designado vice-xerife da região. Em 2018 ele também recebeu um cargo no governo de Donald Trump.

Lou Ferrigno, sendo nomeado vice-xerife, em 2020

Casado desde 1980, Lou Ferrigno tem três filhos, dois deles são atores: Shanna Ferrigno e Lou Ferrigno Jr, mais conhecido pela série SWAT (2017-2020).

Lou e Shanna Ferrigno

Lou Ferrigno Jr.


Lou Ferrigno e Chuck Norris




3 comentários:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil