Aleksey Batalov, o astro de de Quando Voam as Cegonhas



Quando o filme russo Quando Voam as Cegonhas (Letyat Zhuravli, 1957) ganhou a Palma de Ouro em Cannes de melhor filme em 1959, imediatamente chamou a atenção mundial, fazendo dele um sucesso internacional. O drama do casal separados pela Segunda Guerra comoveu o mundo, e revelou ao ocidente o casal de atores soviéticos Aleksey Batalov (vencedor do prêmio de melhor ator no mesmo festival) e Tatyana Samoylova.

O filme  teve uma carreira de prêmios internacionais, concorrendo em importantes categorias no Bafta (prêmio inglês) e no German Film Critics Association Awards (na Alemanha). Os protagonistas ganharam diversos prêmios por suas atuações pelo mundo e Tatyana também chamou a atenção por sua beleza, que lhe valeu o o apelido de "a Audrey Hepburn russa".

No Brasil, onde também teve grande público, o filme foi lançado em DVD com o nome de Quando Partem as Cegonhas.

Trailer de Quando Voam as Cegonhas



Jayne Mansfield e Tatyana Samoylova em evento de Quando Voam as Cegonhas

Aleksey Batalov nasceu em uma família de atores. Seu tio era o ator Nikolay Batalov, astro de importantes filmes da era do cinema mudo soviético, como Aelita - A Rainha de Marte (Aelita, 1924) e A Mãe (Mat, 1926), de Vsevolod Pudovkin.

Considerado um dos mais importantes atores russos das décadas de cinquenta e sessenta, ele estreou no cinema aos dezesseis anos no filme Zoya (1944). Em 1953 juntou-se Moscow Art Theatre, mas deixou o grupo três anos depois para dedicar-se ao cinema.

Nascido em 20 de novembro de 1928, atuou em mais de cinquenta filmes em seu país, incluindo obras que transcenderam barreiras e conquistaram o mundo (em plena Guerra Fria), como A Dama do Cachorrinho (Dama s Sobachokoy, 1960), que também foi indicado a Palma de Ouro; Um dia de Felicidade (Den Schastya, 1964) e Moscou Não Acredita em Lágrimas (Moska Slezam ne Verit, 1980), vencedor do Oscar de Melhor filme estrangeiro daquele ano. Também foi o dublador da tocante animação Ouriço no Nevoeiro (Yozhik v Tumane, 1975).

O ator recusou todos os convites que teve para filmar fora de seu país, e sempre priorizou atuar em filmes baseados em grandes autores russos. Seu último filme foi realizado em 2007, mas a partir da década de setenta, ele dedicou-se mais a dar aulas de interpretação em seu país.

Aleksey Batalov faleceu em Moscou em 14 de junho de 2017, aos 88 anos.

Em A Dama do Cachorrinho (1960)

Em Zvezda plenitelnogo schastya (1975)

 Ouriço no Nevoeiro (1975)

Cartaz de Moscou Não Acredita em Lágrimas (1980)


Aleksey em 2016

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil