Os artistas centenários ainda vivos



Confira a lista de atores cinematográficos ainda vivos, que ultrapassaram os cem anos de idade, e ainda vivem.

Renéé Simonot (10 de setembro de 1911)


Atriz francesa. Destacou-se nos palcos teatrais na década de trinta. Embora nunca tenha atuado no cinema, foi dubladora de diversas atrizes norte-americanas como Silvya Sidney, Judy Garland, Esther Williams e Olivia de Havilland (que também já ultrapassou a casa dos 100 anos). Nos estúdios de dublagem conheceu o ator Maurice Dorléac, com quem se casou. Ela é mãe das atrizes Catherine Deneuve, Françoise Dorléac e Sylvie Dorléac. Leia mais sobre ela aqui.


Simone Simonot com fila Catherine Deneuve, em seu aniversário de 104 anos

Alfredo Varelli (31 de agosto de 1914)


Ator italiano. Estreou no cinema em Vecchia Guardia (1934). Foi astro do cinema italiano de propaganda, durante o período fascista de Mussolini. Em Hollywood, interpretou o personagem Lucan em Quo Vadis (Idem, 1951). Seu último trabalho no cinema foi em 1997.



Norman Lloyd (08 de novembro de 1914)


Ator e diretor americano. Estreou no cinema em Sabotador (Saboteur, 1942), de Alfred Hitchcock. Foi astro da MGM na década de 40. Com Hitckcok ainda fez Quando Fala o Coração (Spellbound, 1945) e com Chaplin atuou em Luzes da Ribalta (Limelight, 1952). É o ator mais antigo em atividade, estando atualmente no elenco da série Fly, que foi cancelada em 2018.

Norman Lloyd atualmente

Mary Ward (06 de março de 1915)



Atriz australiana, atuou em filmes como Se Isto é Pecado (That Dangerous Age, 1949), mas é mais conhecida por seus trabalhos na televisão.


Betty Rowland (23 de janeiro de 1916)


Dançarina norte-americana. Especializada em burlesco, ficou famosa como uma das pioneiras do strip-tease, ao lao de Betty Page. Atuou em filmes como Amor e Beijos (Love & Kisses, 1965).




Jean Erdman (20 de fevereiro de 1916)




Dançarina nascida no Havaí, estrelou Medusa (1946), filme de Maya Deren.


Olivia de Havilland (01 de julho de 1916) 




Atriz inglesa. A doce Melanie Wilkes de ...E o Vento Levou (...Gone With the Wind, 1939). Vencedora de dois Oscars, é uma das maiores estrelas do cinema das décadas de 30, 40 e 50. Aposentou-se em 1988. Leia mais sobre ela aqui.

Olivia de Havilland


Olivia de Havilland em seu aniversário de 103 anos


Jupira (16 de agosto de 1915)




Francelina Xavier Pereira é a única representante brasileira da lista (que se tem notícia), e ficou famosa com o nome artístico de Jupira, líder do conjunto Jupira & Suas Cabrochas. Atuou em filmes como Garotas e Samba (1857), É de Chuá (1957) e Mulheres à Vista (1959). Leia mais sobre ela aqui.



Jupira em 2018, com o grande pesquisador carioca Gui Castro Neves


Vera Lynn (20 de março de 1917)




Uma das cantoras mais populares da Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial, O tema We'll Meet Again, cantado por Vera Lynn surge na cena final do filme Dr. Estranhoamor (Dr. Strangelove) de Stanley Kubrick. No início do filme Pink Floyd : The Wall, ouve-se a canção The Little Boy that Santa Claus Forgot gravada por Vera Lynn. Estreou no cinema em 1935, e chegou a ser protagonista de Bonita e Teimosa (One |Exciting Night, 1944).

Aos 92 anos voltou a gravar, e seu CD chegou a posição número 1 no ranking de vendas britânicos.




Earl Cameron (08 de agosto de 1917)




Ator inglês. Estreou no cinema em Encontro em Londres (Pool of London, 1951), primeiro filme inglês a apresentar um casal multiracial. Atuou até 2013, mas ainda espera novos convites para trabalhos.




Suzy Delair (31 de dezembro de 1917)



Estrela do cinema francês, foi dirigida por grandes nomes como Henri-Georges Clouzot, Jean Dréville, Marcel Carné, Luchino Visconti e René Clement. Também atou em A Ilha da Bagunça (Atoll K, 1951), filme feito pela dupla O Gordo e o Magro na França.






Tao Porchon-Lynch (13 de agosto de 1918)





Nasceu em Pondicherry, na Índia, quando esta ainda era uma colonia francesa. Estreou no cinema no filme inglês Três Marinheiros na Chuva (Three Cockeyed Sailors, 1940). Participou de filmes como O Barco das Ilusões (Show Boat, 1951) e A Última Vez que Vi Paris (The Last Time I Saw Paris, 1954). Deixou o cinema em 1957 para tornar-se instrutora de Yoga, profissão que exerceu até recentemente. Leia mais sobre ela aqui.



Marsha Hunt (17 de outubro de 1917)




Estrou no cinema em 1935, e foi uma estrela da MGM na década de 40. Foi incluída na lista negra do Machartismo, e foi proibida de atuar. Foi Norma Lloyd quem brigou para trazer a atriz de volta as telas. Trabalhou no cinema até 2008.




Elizabeth Waldo (18 de junho de 1918)




Violinista e compositora norte-americana, apareceu no filme Canção do México (Song of Mexico, 1945), na Republic.




Diana Serra Cary (28 de outubro de 1918) - Baby Peggy






Com o nome de Baby Peggy, Diana Serra Cary foi uma das maiores estrelas do cinema mudo. Filha do ator Jack Montgomery, ela estreou no cinema no filme Her Circus Man (1919), com apenas 18 meses de idade. Logo a menina tornou-se um sucesso, e chegou a ser uma das atrizes mais populares da época. No ano de 1922, recebeu mais de um milhão de cartas de fãs do mundo todo. Seu pai largou a carreira de ator para gerenciar a carreira da filha, mas após ele brigar com um produtor a menina tornou-se persona não grata em Hollywood. Na década de 30 fez alguns pequenos papéis, quase como figurante, até abandonar a carreira para se casar. Em 2015, retornou aos cinemas, com 97 anos de idade.

Babby Peggy atualmente


Viola Smith (29 de novembro de 1912)



Uma das primeiras mulheres a tocar bateria profissionalmente (e ainda em atividade), Viola Smith apareceu em filmes como Regresso Retumbante (Whes Johnnt Comes Marching Home, 1942). Leia mais sobre ela aqui.

                 Veja Viola Smith em 1940



Caren Marsh Doll (06 de abril de 1919)



Fez papéis menores na MGM, e é mais lembrada por ser a dublê de Judy Garland em O Mágico de Oz (The Wizard of Oz, 1939), sendo a última integrante do elenco ainda viva. Leia mais sobre ela aqui.




Guido Gorgatti (05 de dezembro de 1919)



Ator italiano, estreou no cinema em 1935 e atuou em mais de 50 filmes.




Nehemiah Persoff (02 de agosto de 2019)




Nascido em Israel, Nehemiah Persoff tem mais de 200 créditos em sua carreira, sendo um dos mais populares coadjuvantes do cinema e televisão.



Marge Champion (02 de setembro de 1919)



Ao lado do marido Gower Champion, Marge foi uma das estrelas dos musicais da MGM. Antes da fama, foi a modelo para Walt Disney desenhar a Branca de Neve, em 1937. Leia mais sobre ela aqui.



Orlando Drummond (18 de outubro de 1919)


O jovem Orlando Drummond

Comediante e dublador brasileiro, mais lembrado como o Seu Peru, na Escolinha do Professor Raimundo. Leia mais sobre ele aqui.





Nini Remartinez (11 de fevereiro de 2019)


Nini e Fernanda Remartinez

Ao lado da irmã, Fernanda Remartinez, formou o duo musical As irmãs Remartinez (inspiradas nas Andrews Sisters). A cantora Nini Remartinez foi uma das estrelas do rádio português nas décadas de 30 e 40. Atuou no filme Ladrão, Precisa-se!... (1946).


Nini Remartinez e eu, Diego Nunes, o autor desta página

Também ainda vivos a atriz argentina (que atuou na Itália) Adriana Sivieri (21/ 06/1918), a atriz francesa Jeanne Manet (29 de junho de 1918), a atriz escocesa Ida Schuster (28/09/2018),Dusty Anderson (17/12/1918), Betty Brodel (irmã da atriz Joan Leslie, 25/11/1919) e Don Marion Davis (09/10/1917). Infelizmente, não encontramos fotos recentes destes artistas.

Baby Peggy e Don Marion Davis, entre todos os artistas centenários ainda vivos, são os únicos  que ainda atuaram nos tempos do cinema mudo.





Curta nossa página no Facebook 
Se inscreva no nosso canal do Youtube

6 comentários:

  1. Nehemiah Persoff atuou em vários seriados da década de 1960, como Viagem ao fundo do Mar, O Túnel do Tempo, Combate entre outros. Era uma figura carimbada...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele fez um episódio do seriado da Mulher-Maravilha em 1976(1a.temporada)

      Eliminar
  2. Prezados autores,
    A atriz aí evidenciada, Mary Ward, na realidade é Mary Healy conforme possa ver no autógrafo dela na foto.

    ResponderEliminar
  3. Nehemiah Persoff atuou brilhantemente no filme "Comancheros" ao lado de grandes artistas como Michael Andará (esposo de Barbara Eden) sou muito fã dele, espero que ele tenha muita qualidade de vida e viva por muitos anos.

    ResponderEliminar
  4. Corrigindo: O nome do outro ator é Michael Ansara (esposo de Barbara Eden)

    ResponderEliminar

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil