Steven Ditko, co-criador do Homem Aranha e Dr. Estranho, morre ao 90 anos


Steven Ditko, uma lenda das histórias em quadrinhos, morreu aos 90 anos. Ele foi um dos criadores do Homem Aranha e criou o personagem Dr. Fantástico, na Marvel.


Stephen John Ditko nasceu em 02 de novembro de 1927, na Pensilvânia. Ele começou a se interessar por quadrinhos por influência do pai, fã do Príncipe Valente

Após a Segunda Guerra Mundial começou a trabalhar como ilustrador de um jornal militar, seu primeiro contato com os quadrinhos profissionais. Na década de 50, começou a trabalhar com Jerry Robinson, ilustrador de Batman.

Junto com Stan Lee, Ditko ajudou a criar o Homem Aranha em 1961. Ele foi o responsável por desenvolver os poderes e o uniforme do personagem, e também criou alguns dos inimigos mais famosos do Aranha, como o Dr. Octopus, Duende Verde, Homem Areia e o Lagarto.

Depois, Ditko criou o Doutor Estranho, que estreou na HQ Strange Tales nº 110. Ele deu continuidade ao personagem até a edição 146, quando deixou a Marvel após uma briga com Stan Lee em 1966.

O motivo da briga nunca foi revelado, mas pesquisadores acreditam que Ditko estava descontente com a forma como Lee passou a administrar a Marvel, e também devido a briga por créditos nas criações, já que Steven Ditko geralmente ficava de lado nos mesmos.

Em 1979 ele retornou a Marvel, trabalhando no Homem Máquina. Sua última criação nos quadrinhos foi A Garota Esquilo, criada em 1992.

Muitas de suas obras foram adaptadas para o cinema com sucesso, como as produções recentes dos filmes das histórias da Marvel. Ao contrário de Stan Lee, Ditko vivia recluso e se recusava a aparecer ou dar entrevistas.

Em 2016 o diretor Scott Derrickson convidou o quadrinista para participar de Dr. Estranho (Doctor Strange, 2016), mas Ditko nem sequer respondeu o convite. Em tempo, a primeira versão cinematográfica de Dr. Estranho foi em um telefilme de mesmo nome, produzido pela Universal em 1978.


Em setembro de 2007, o jornalista inglês Jonathan Ross apresentou um documentário de uma hora para o Canal 4 da BBC intitulado In Search of Steve Ditko ("Em Busca de Steve Ditko"). A produção cobriu o trabalho de Ditko na Marvel, DC, Charlton Comics e na witzend de Wally Wood, bem como sua posição político-filosófica baseada na doutrina do Objetivismo. O documentário incluiu depoimentos de Alan MooreMark MillarJerry Robinson e Stan Lee, entre outros. Ross, ao lado do colega de aventuras Neil Gaiman, encontrou Ditko em seu escritório em Nova York, mas ele recusou-se a ser filmado, entrevistado ou fotografado para o documentário.

Ditko nunca se casou, e não teve filhos. Seu corpo foi encontrado por um agente social no dia 29 de junho de 2018, e os legistas apontaram que ele havia falecido dois dias antes, vítima de um ataque cardíaco. Ele tinha 90 anos de idade.

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil