Por Onde Anda? A Atriz Ludmila Dyer




Aos 10 anos de idade Ludmila Dayer impressionou o Brasil com o seu talento artístico ao interpretar a jovem monarca Carlota Joaquina, no filme Carlota Joaquina, Princesa do Brasil (1995), filme dirigido por Carla Camurati, que marcou a retomada do cinema brasileiro, após anos complicados para a produção nacional.


Ludmila Dayer em Carlota Joaquina, Princesa do Brasil

Ludmila Dayer Schuller nasceu no Rio de Janeiro, em 18 de junho de 1983. E sua estreia como atriz, no filme Carlota Joaquina, Princesa do Brasil (1995) foi eleita a melhor atriz revelação do ano pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte).

Ainda em 1995 ela estreou na televisão, fazendo uma pequena participação em Malhação. Dois anos depois, em 1997 ela interpretou a malvada infanta Isabel Gonçalo na novela Xica da Silva (1997), um grande sucesso da TV Manchete.


Ludmila Dayer em Malhação (1995)


Ludmila Dayer em Xica da Silva

Considerada uma das novas estrelas do cinema brasileiro, ela ainda fez os filmes A Inquebrável (1997), Traição (1998) e As Vozes da Verdade (2002).

Por Traição, filme composto por três histórias, baseado  em textos de Nelson Rodrigues, a atriz ganhou os prêmios de melhor atriz no Festival de Cinema de Brasília e de Pernambuco. Ludmila interpretava uma espécie de "Lolita Brasileira", uma adolescente que seduz o cunhado.



Ludmila Dayer em Traição

A atriz havia feito poucos trabalhos na televisão, tendo participado de Corpo Dourado (1998) e um episódio da série Mulher (1999), mas em 2000 ficou famosa como inteligente e bondosa Joana Vasconcelos Carneiro, uma das protagonistas de Malhação, na temporada de 2000-2001.


Ludmila Dayer em Malhação


Em 2004 ela voltou ao cinema, protagonizando o belo Vida de Menina (2004), o primeiro longa dirigido por Helena Solberg. Aclamado pela crítica, a produção rendeu a atriz diversas indicações aos principais prêmios do cinema brasileiro, incluindo o Festival de Cinema de Gramado e o Festival Internacional de Cinema do Rio.


Ludmila Dayer em Vida de Menina


Em 2004 ela também foi indicada a prêmios por seu trabalho na televisão, após interpretar Danielle Meira, a "ninfa bebê", namorada de Giovanni Improtta (personagem de José Wilker) na novela Senhora do Destino (2004).


Ludmila Dayer e José Wilker em Senhora do Destino


No ano seguinte, ela interpretou a vilã Sofia Trindade na novela Os Ricos Também Choram (2005), no SBT. Mas apesar do sucesso que estava fazendo, Ludmila Dayer começou a diminuir seus trabalhos, deixando os fãs com saudade.


Ludmila Dayer em Os Ricos Também Choram



Em 2006 ela se mudou para os Estados Unidos, indo morar em Los Angeles. Ela voltaria ao Brasil para gravar um episódio da série Louco Por Elas (2013) e o filme A Guerra dos Rocha (2009).


Diogo Vilella e Ludmila Dayer em A Guerra dos Rocha


Em Los Angeles, ela montou a Lupi Productions, onde tem dirigido, escrito e produzido filmes e documentários, muitos deles em parceria com o diretor mineiro Thales Correa. Como atriz, participou dos pilotos de Rollers e Polomino, duas séries da HBO que acabaram não sendo aprovadas para irem ao ar.

A atriz também anunciou recentemente que está fazendo um filme em parceria com Fernanda Souza, sem dar maiores detalhes do projeto.


Ludmila é casada com um empresário britânico, cujo nome ela não divulga para manter a sua privacidade.


Fernanda Souza e Ludmila Dayer


Ludmila Dayer com o marido


Ludmila Dayer atualmente







Veja também: A História de Fernando Almeida (1974-2004)





0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil