Morre Olivia Marinho, integrante do Trio Irmãs Marinho



Morreu no dia 07 de abril a dançarina e passista Olivia Marinho, integrante do trio Irmãs Marinho. Olivia foi um grande nome do carnal carioca, sendo destaque da escola de samba Salgueiro por muitos anos. Com suas irmãs, Mary e Norma, também fez teatro de revista, espetáculos musicais e trabalhou em programas de televisão nas décadas de 1960 e 1970.

Olivia foi casada (e musa) do caricaturista Lan, que morreu no passado. Pouco tempo depois da morte do marido, ela descobriu que estava com câncer, doença que tirou sua vida.

Olivia Marinho no Salgueiro

As Irmãs Marinho no Salgueiro

As Irmãs Marinho por Lan

As Irmãs Marinho

Mary (Maria Luiza), Norma e Olivia Marinho eram filhas de Carmen, porta-estandarte do famoso rancho Ameno Resedá, Carmen foi a primeira mulher a ingressar no bloco Mulatinhos Rosados de Laranjeiras e foi cantora na Rádio Clube do Brasil, nos primórdios do rádio brasileiro.

As Irmãs Marinhos também eram sobrinhas de Carminha Rica, figura folclórica do carnaval carioca, e uma das mais animadas foliãs do Cordão da Bola Preta. As irmãs estudaram dança clássica na academia de Maryla Gremo, bailarina do Municipal, mas ficaram famosas ao ingressarem na companhia de dança Brasiliana, de Haroldo Costa, no começo da década de 1950.

Elas se apresentaram com Costa por cinco anos, e viajaram por vinte e cinco países. Durante a turnê, Mary casou-se com Haroldo Costa. As Marinho foram a grande atração em um show no luxuoso hotel Waldorf Astoria, em Nova York. O show foi televisionado pela televisão norte-americana.

As Irmãs Marinho e Jonas Moura em Nova York


De volta ao Brasil, em 1956, elas foram contratadas pelo empresário Carlos Machado, que as introduziu no teatro de revista. Elas estrearam no espetáculo Tem Areia no Bikini (1956). Elas fizeram diversas revistas e shows em boates, e em 1957 foram eleitas pela critica especializada como a revelação do ano.

Com Carlos Machado elas também estrearam na televisão, fazendo parte do elenco do programa Show Bendiz Monsanto (1956), na TV Tupi do Rio de Janeiro. O programa era apresentado por Maurício Sherman.

As Irmãs Marinho na TV Tupi

Em 1958 elas estrearam no cinema na comédia E o Bicho Não Deu (1958), estrelada por Grande Otelo e Ankito. Elas ainda participaram dos filmes Uma Canção de Amor (1962), America di Note (1963), Todas As Mulheres do Mundo (1966) e Edu Coração de Ouro (1967).


As Irmãs Marinho em E O Bicho Não Deu


As Irmãs Marinho e Grande Otelo

Na televisão, as Marinho ainda atuaram em A Grande Revista (1960), na Tupi e no humorístico Pif Paf (1964), na TV Rio. Na Rede Globo, integraram o elenco de Viva a Revista (1969).

Em carreira solo, as irmãs fizeram turnês e espetáculos por toda a América Latina, e como integrantes do elenco do aclamado espetáculo Skindô (1961), conquistaram Paris no ano de 1962.


As Irmãs Marinho em Skindô


As Irmãs Marinho e Nat King Cole

Em 1965 as Irmãs Marinho começaram a desfilar pelo Salgueiro. Na época, alguns jornalistas convocaram o público a vaiarem as artistas, dizendo que elas estavam desvirtuando o samba. Mas o público as aclamou na avenida. Elas desfilaram por 15 anos consecutivos, e foram homenageadas em um desfile no ano de 1986.


Olivia Marinho no Salgueiro

Olivia Marinho e Lan




Um comentário:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil