Últimas Notícias

6/recent/ticker-posts

Atriz Inga Landgré, a primeira musa de Bergman, morre aos 95 anos de idade



A atriz sueca Inga Landgré morreu no dia 31 de julho, aos 95 anos de idade. Ela entrou para a história do cinema como a protagonista do filme Crise (Kris, 1946), a primeira produção dirigida pelo cineasta Ingmar Bergman.

Inga Landgré em Crise

Nascida em Estocolmo, em 1927, Inga Landgré começou a atuar no teatro no final da década de 1930, e estreou no cinema no filme Ordet (1943).

Durante sua longa carreira, na qual fez quase 100 filmes, ela voltaria a trabalhar com Bergman em diversas ocasiões. Ela interpretou a exposa de Max Von Sydow no clássico O Sétimo Selo (Det sjunde inseglet, 1957) e também esteve no elenco de filmes como Sonhos de Mulheres (Kvinnodröm, 1955), No Limiar da Vida (Nära livet, 1958) e Na presença de um Palhaço (Larmar och gör sig till, 1997). Além distom atou em A Mulher e a Tentação (Eva, 1948) e As Melhores Intenções (Den goda viljan, 1992), cujos roteiros foram escritos pelo cineasta.

Inga Landgré e Max Von Sydow em O Sétimo Selo

A atriz também atuou em filmes como O Sol Depois da Chuva (Driver dagg faller regn, 1948), Casais Amorosos (Älskande par, 1964), Amorosa (1986), Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres (The Girl with the Dragon Tattoo, 2011), A Criança Escondida (Tyskungern, 2013) e Lamento (2014). Inga Landgré foi casada com o ator Nils Poppe.

Inga Landgré em Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres

Leia também: Morre a atriz sueca Bibi Andersson, aos 83 anos de idade

Leia também: Morre o ator Max von Sydow

Leia também: Morre a atriz e cineasta Gunnel Lindblom, musa de Ingmar Bergman

Veja também: Cléo de Verberena, a primeira cineasta brasileira

Veja também: Os Artistas que Morreram em 2022 - In Memoriam

Veja também: Experiência: Cine Belas Artes Drive In

Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no nosso canal do Youtube

Siga também nosso Instagram

Siga também no Kwai

Postar um comentário

0 Comentários