Ator Cliff Simon, de Stargate SG-1, morre aos 58 anos de idade


O ator sul africano Cliff Simon, que interpretou o vilão Ba'Al na série Stargate SG-1 (2001-2007) morreu no dia 09 de março, aos 58 anos de idade. No dia 11 de março sua esposa Collette noticiou a morte do ator através de suas redes sociais. Ela escreveu "É com uma tristeza inimaginável que estou compartilhando com vocês que meu amado marido morreu. Ele estava em Topanga Beach e infelizmente faleceu após um trágico acidente de kitesurf."



Nascido em Johannesburgo em 07 de setembro de 1962, Simon mudou-se para o Reino Unido ainda adolescente, na esperança de se tornar um nadador profissional e disputar os jogos olímpicos de 1984. Sem sucesso, ele retornou à África do Sul aos 17 anos e ingressou na Força Aérea do país.

A carreira de ator surgiu por acaso, quando um olheiro o viu em um resort onde ela passava férias, e o convidou para ingressar em sua companhia. Simon também começou a trabalhar como modelo, e em 1989 ingressou no elenco do Moulin Rouge de Paris. Anos mais tarde ele escreveu um livro contando esta experiência.


Em 1991 ele estreou na televisão, atuando na série de televisão sul africana Egoli - Place of Gold, na qual atuou por seis anos. Sua estreia no cinema foi no filme de ação Força Delta 5 - Fogo Cruzado (Operation Delta Force 5: Random Fire, 2000).

A fama entretanto na série  Stargate SG-1 (2001-2007). Ele repetiu o papel de vilão Ba'al no filme Stargate - Linha do Tempo (Stargate: Continuum, 2008).


No cinema ainda atuou em Projet Eden (2017), que lhe valeu um prêmio no Festival de Cinema Independente de Boston, e ainda participou de séries como Castle, NCSI, Criminal Minds e 24 Horas (24 Hours). O ator deixou dois filmes ainda não lançados.



0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil