Morre o ator Antonio Sabato, vítima da Covid-19


Morreu no dia 06 de janeiro o ator italiano Antonio Sabato, astro dos westerns spaghetti italianos, e indicado ao Globo de Ouro por Grand Prix (1966). O ator tinha 77 anos, e morreu vítima da pandemia do Coronavírus (Covid-19). Sua morte foi divulgada através das redes sociais de seu filho, o ator e modelo Antonio Sabato Jr.


Nascido em Palermo, Itália, em 03 de abril de 1944, Sabato estreou no cinema em Lo Scandalo (1966), e no ano seguinte atuou na produção norte-americana Gran Prix (Idem, 1966), que lhe valeu uma indicação ao Globo de Ouro de Ator Revelação.

Françoise Hardy e Antonio Sabato em Gran Prix

Antonio Sabato atuou em filmes como As Bruxas (Le Streghe, 1967), dirigido por Vittorio De Sica e Barbarella (Idem, 1968), mas foi nos faroestes italianos que fez sua fama.

Antonio Sabato e Jane Fonda em Barbarella

Sabato atuou em filmes como Ódio Por Ódio (Odio Per Odio, 1967), Um Colt... Para os Filhos do Demônio (Al di Là Della Legge, 1968), Vou, Vejo e Disparo (Vado, Vedo e Sparo, 1968), Duas Vezes Traidor (Due Volte Giuda, 1968) e I Senza Dio (1972).



Também atuou em outros filmes italianos como A Monja de Monza (La Monarca di Monza, 1969) e O Homem Feito Para o Amor (Lovemaker, 1969). Nas décadas de 1970 e 1980 atuou em filmes policiais e de ação. Também estrelou a ficção científica La Guerra dei Robot (1978).


No final da década de 1980 mudou-se para os Estados Unidos, e abandonou a carreira, embora tenha atuado eventualmente nos anos seguinte. Ao lado do filho Antonio Sabato Jr. atuou em Alta Voltagem (High Voltage, 1997), e em 2006 atuou na novela The Bold and the Beautful, também ao lado do filho ator.

Antonio Sabato Jr. e Antonio Sabato


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Postar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil