Keely Smith, a estrela de A Lei da Montanha (Thunder Road, 1958)


Em 1958 Robert Mitchum estrelou o noir A Lei da Montanha (Thunder Road, 1958), hoje considerado um filme cult.

Baseado em um crime real ocorrido em 1952, Mitchum produziu e co-escreveu o roteiro, e dizem que na verdade ele é o verdadeiro diretor da obra, creditada ao cineasta Arthur Ripley. O ator também compôs a música tema, “The Ballad of Thunder Road”.

O filme foi escrito para o cantor Elvis Presley, que adorou o roteiro. Mas seu agente fez o “rei do rock” pedir um cachê alto demais, fazendo com que o cantor fosse descartado do projeto.

Robert Mitchum então acabou interpretando o papel de Lucas Doolin, um veterano da Guerra da Correia, que trabalha como motorista de caminhão entregando bebidas ilegais. Doolin se envolve com a misteriosa cantora de cabarés Francie Wymore, interpretada pela cantora Keely Smith, em sua estreia no cinema.

Keely Smith e Robert Mitchum

Dorothy Jaqueline Keely nasceu em 09 de março de 1932, em Norfolk, Virginia. Aos 14 anos ela começou a cantar com a banda da estação aérea naval liderada por Saxie Dowell, e aos 15 recebeu seu primeiro cachê como cantora na banda de Earl Bennett.

Em 1948, aos 17 anos, Keely fez uma audição para a banda de do cantor Louis Prima (do hit Mambo nº 5) e foi selecionada. A jovem tornou-se a crooner do conjunto, e mais tarde (em 1953) tornou-se também a esposa do cantor.

Por muitos anos o casal apresentou-se juntos nos palcos e na televisão. Gravaram muitos sucessos juntos, como "That Ol' Black Magic", "I've Got You Under My Skin" e "Bei Mir Bist Du Schoen”.

Louis Prima e Keely Smith


Em 1961 Keely pediu o divórcio. Sua carreira continuou muito bem sucedida após a separação. Seu álbum de estreia como cantora solo, "I Wish You Love", vendeu mais de um milhão de cópias, provando que ela podia brilhar por conta própria.

Com um ar exótico, a cantora era descendente de irlandeses com índios Cherokee, o que chamou a atenção de Mitchum, que a convidou para estrelar A Lei da Montanha.




Posteriormente ela ainda faria aparições no cinema como cantora. Junto com Prima apareceu cantando em Senior Prom (1958) e com ele estrelou o musical Hey Boy! Hey Girl! (1959). Também fez algumas participações como atriz em séries de televisão.





Suas músicas também fizeram parte da trilha sonora de diversos filmes. Robert De Niro era seu grande fã, e pediu para que músicas suas fossem incluídas em diversos de seus filmes, como O Franco Atirador (The Deer Hunter, 1978), Touro Indomável (Raging Bull, 1980), Uma Mulher Para Dois (Mad Dog and Glory, 1993), e Máfia no Divã (Analize This, 1999).




Na década de 80 a cantora teve problemas com drogas e chegou a ser presa por sonegar impostos. Ela nunca parou de se apresentar.


Keely Smith em 2008

Em 16 de dezembro de 2017 ela faleceu, vítima de uma insuficiência cardíaca, aos 89 anos de idade.
James Mitchum (filho de Robert), Keely Smith e Robert MItchum nos bastidores de A Lei da Montanha





Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga-nos neste portal de notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil