Por Onde Anda? Ricky Schroder, de O Campeão (The Champ, 1979)


Quem não se emocionou com a atuação do menino Ricky Schroder no filme O Campeão (The Champ?, 1979)?

Ricky tinha apenas 9 anos de idade, quando estreou no cinema como o filho de um ex-lutador de boxe (papel de Jon Voight) que retorna aos ringues para tentar ficar com a guarda de seu filho.


Richard Bartlett Schroder Jr. nasceu em Staten Island, Nova York, em 13 de abril de 1970. Filho de funcionários de uma empresa de telefonia, Ricky começou a trabalhar como modelo infantil com apenas seis meses de idade, e aos nove, após ter feito centenas de trabalhos publicitários, foi escolhido por Franco Zefirelli para interpretar o doce TJ Flynn no filme O Campeão (The Champ, 1979), seu primeiro trabalho como ator.

No filme, Ricky interpretava um menino que quer ficar com o pai, enquanto sua mãe (papel de Faye Dunaway) que o abandonara, e agora milionária, briga pela sua guarda legal. Por sua atuação tocante, que fez milhares de pessoas chorarem, o menino ganhou um Globo de Ouro de Ator Revelação daquele ano.

O filme, remake de um clássico de 1931, é considerado um dos filmes mais tristes da história do cinema.

Ricy Schroder e Jon Voight em O Campeão

Ricky Scroder e seu Globo de Ouro

Após o grande sucesso de sua estreia nos cinemas, ele foi contratado para atuar em A Última Viagem da Arca de Noé (The Last Flight of Noah's Ark, 1980), produzido pelos estúdios Disney, tendo no elenco os atores Elliot Gold e Geneviève Bujold. Mas o filme fracassou nas bilheterias.

 Capa da trilha sonora de A Última Viagem da Arca de Noé

Em seguida Ricky atuou no drama A História de uma Vida (The Earthling, 1980), penúltimo filme da carreira do veterano ator William Holden. Ricky e Holden se tornaram grandes amigos, e anos mais tarde o ator batiziaria seu primeiro filme com o nome de Holden, em homenagem ao colega que faleceu no ano seguinte em que eles se conheceram.

A atriz Dawn Gregg, a irmã mais velha de Ricky, atua neste filme, no único trabalho que eles fizeram juntos no cinema.

Ricky Schroder e William Holden em A História de uma Vida

Em 1980 ainda, o pequeno ator estreou na televisão, atuando no telefilme O Pequeno Lord (Little Lord Fauntleroy, 1980), ao lado de outro veterano, Alec Guinnes. Seria na televisão onde ele teria o maior números de papéis, em muitos telefilmes e participações em séries de TV.

Entre 1982 e 1987 ele tornou-se um astro da televisão ao interpretar o jovem milionário Ricky Strantton na série Silver Spoons. A série lhe valeu dois Young Artist Awards, destinados a atores juvenis. Na série, ele interpretava o melhor amigo de Alfonso Spears (Alfonso Ribeiro, o Carlton Banks de Um Maluco no Pedaço).

Na vida real, ele e Alfonso também se tornaram grandes amigos, e cultivam a amizade até hoje.

Alfonso Ribeiro e Ricky Schroder em Silver Spoons
Com o fim da série em 1987, ele voltou a atuar em muitos telefilmes, e chegou a participar de um video clipe de Michael Jackson. Em 1989 ele esteve no elenco da minissérie Os Pistoleiros do Oeste (Lonesome Dove, 1989). Também atuou na continuação, O Céu Como Horizonte (Return to Lonesome Dove, 1993), onde passou a ser respeitado como ator adulto.

Em O Céu Como Horizonte, ele reencontrou Jon Voight, que viveu seu pai em O Campeão.

 Ricky Schroder e Jon Voight em O Céu Como Horizonte

Agora usando o nome de Rick Schroder, menos infantil, o ator lutava para se firmar como ator sério e maduro, e fugir da imagem do menino  e do gala adolescente que marcaram sua carreira.

Mas o reconhecimento de seu talento só veio quando ele interpretou o detetive Danny Sorenson na série Nova York Contra o Crime (NYPD Blue), entre 1998 e 2001.

 Dennis Franz e Rick Schroder em Nova York Contra o Crime


Posteriromente, seus papéis nas séries Scrubs, Strong Medicine e o personagem Mike Doyle na sexta temporada de 24 Horas (24 Hours), ajudaram a consolidar sua carreira.


Kieffer Sutherland, Adonis Maropi e Rick Schroder em 24 Horas


Em 2004 ele lançou-se como diretor, ao realizar Black Cloud (2004), filme sobre um lutador de boxe Navajo, no qual também atuou. Ricky ainda dirigiu dois telefilmes, e muitos episódios das séries em que atuou.

Em 2007 ele voltou a adotar o nome Ricky, dizendo que nunca devia ter mudado, pois sempre o chamaram assim, e em 2009 deu uma pausa na carreira para ir viver em Barcelona, antigo sonho de sua esposa Andrea, com quem ele havia se casado em 1992. O casal e seus quatro filhos permaneceram morando na Espanha por um ano.


Ricky Schroder e sua família

De volta aos Estados Unidos em 2010, ele retomou sua carreira de ator, aparenco como ele mesmo na comédia O Pior Trabalho do Mundo (Get Him to the Greek, 2010). Em 2013 ele atuou ao lado de Luke Perry no telefilme Goodnight for Justice: Queen of Hearts (2013). O Segundo filho de Ricky, Luke Schroder, recebeu o nome em homenagem ao ator, de quem se tornou amigo na década de 90.

 Ricky Schroder e Luke Perry em Goodnight for Justice: Queen of Hearts


Seus filhos, Holden, Luke, Faith e Cambrie Schroder também são atores, e Ricky atuou ao lado de todos eles em Uma Segunda Chance (Our Wild Hearts, 2013), filme que também dirigiu.

 Luke e Ricky Schroder



Seu último trabalho no cinema, até o momento, foi no filme Locker 13 (2014). Depois ainda participou de alguns especiais da cantora e atriz Dolly Parton.

Atualmente Ricky Schroder vive em seu rancho no Colorado, comprado em 1998. Ele mantém uma instituição sem fins lucrativos, a Childhelp, que fiscaliza e ajuda crianças (principalmente artistas) que sofrem abuso em trabalhos infantís. Também participa da  Racing For Kids, em que celebridades correm para arrecadar dinheiro para hospitais infantis e da Wells of Hope, que constói poços artesianos para famílias carentes na Guatemala.

 Ricky Schroder, atualmente


Curta nossa página no Facebook 

Se inscreva no nosso canal do Youtube

1 comentário:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil