Por Onde Anda? Ricky Schroder, de O Campeão (The Champ, 1979)


Quem não se emocionou com a atuação do menino Ricky Schroder no filme O Campeão (The Champ?, 1979)?

Ricky tinha apenas 9 anos de idade, quando estreou no cinema como o filho de um ex-lutador de boxe (papel de Jon Voight) que retorna aos ringues para tentar ficar com a guarda de seu filho.


Richard Bartlett Schroder Jr. nasceu em Staten Island, Nova York, em 13 de abril de 1970. Filho de funcionários de uma empresa de telefonia, Ricky começou a trabalhar como modelo infantil com apenas seis meses de idade, e aos nove, após ter feito centenas de trabalhos publicitários, foi escolhido por Franco Zefirelli para interpretar o doce TJ Flynn no filme O Campeão (The Champ, 1979), seu primeiro trabalho como ator.

No filme, Ricky interpretava um menino que quer ficar com o pai, enquanto sua mãe (papel de Faye Dunaway) que o abandonara, e agora milionária, briga pela sua guarda legal. Por sua atuação tocante, que fez milhares de pessoas chorarem, o menino ganhou um Globo de Ouro de Ator Revelação daquele ano.

O filme, remake de um clássico de 1931, é considerado um dos filmes mais tristes da história do cinema.

Ricy Schroder e Jon Voight em O Campeão

Ricky Scroder e seu Globo de Ouro

Após o grande sucesso de sua estreia nos cinemas, ele foi contratado para atuar em A Última Viagem da Arca de Noé (The Last Flight of Noah's Ark, 1980), produzido pelos estúdios Disney, tendo no elenco os atores Elliot Gold e Geneviève Bujold. Mas o filme fracassou nas bilheterias.

 Capa da trilha sonora de A Última Viagem da Arca de Noé

Em seguida Ricky atuou no drama A História de uma Vida (The Earthling, 1980), penúltimo filme da carreira do veterano ator William Holden. Ricky e Holden se tornaram grandes amigos, e anos mais tarde o ator batiziaria seu primeiro filme com o nome de Holden, em homenagem ao colega que faleceu no ano seguinte em que eles se conheceram.

A atriz Dawn Gregg, a irmã mais velha de Ricky, atua neste filme, no único trabalho que eles fizeram juntos no cinema.

Ricky Schroder e William Holden em A História de uma Vida

Em 1980 ainda, o pequeno ator estreou na televisão, atuando no telefilme O Pequeno Lord (Little Lord Fauntleroy, 1980), ao lado de outro veterano, Alec Guinnes. Seria na televisão onde ele teria o maior números de papéis, em muitos telefilmes e participações em séries de TV.

Entre 1982 e 1987 ele tornou-se um astro da televisão ao interpretar o jovem milionário Ricky Strantton na série Silver Spoons. A série lhe valeu dois Young Artist Awards, destinados a atores juvenis. Na série, ele interpretava o melhor amigo de Alfonso Spears (Alfonso Ribeiro, o Carlton Banks de Um Maluco no Pedaço).

Na vida real, ele e Alfonso também se tornaram grandes amigos, e cultivam a amizade até hoje.

Alfonso Ribeiro e Ricky Schroder em Silver Spoons
Com o fim da série em 1987, ele voltou a atuar em muitos telefilmes, e chegou a participar de um video clipe de Michael Jackson. Em 1989 ele esteve no elenco da minissérie Os Pistoleiros do Oeste (Lonesome Dove, 1989). Também atuou na continuação, O Céu Como Horizonte (Return to Lonesome Dove, 1993), onde passou a ser respeitado como ator adulto.

Em O Céu Como Horizonte, ele reencontrou Jon Voight, que viveu seu pai em O Campeão.

 Ricky Schroder e Jon Voight em O Céu Como Horizonte

Agora usando o nome de Rick Schroder, menos infantil, o ator lutava para se firmar como ator sério e maduro, e fugir da imagem do menino  e do gala adolescente que marcaram sua carreira.

Mas o reconhecimento de seu talento só veio quando ele interpretou o detetive Danny Sorenson na série Nova York Contra o Crime (NYPD Blue), entre 1998 e 2001.

 Dennis Franz e Rick Schroder em Nova York Contra o Crime


Posteriromente, seus papéis nas séries Scrubs, Strong Medicine e o personagem Mike Doyle na sexta temporada de 24 Horas (24 Hours), ajudaram a consolidar sua carreira.


Kieffer Sutherland, Adonis Maropi e Rick Schroder em 24 Horas


Em 2004 ele lançou-se como diretor, ao realizar Black Cloud (2004), filme sobre um lutador de boxe Navajo, no qual também atuou. Ricky ainda dirigiu dois telefilmes, e muitos episódios das séries em que atuou.

Em 2007 ele voltou a adotar o nome Ricky, dizendo que nunca devia ter mudado, pois sempre o chamaram assim, e em 2009 deu uma pausa na carreira para ir viver em Barcelona, antigo sonho de sua esposa Andrea, com quem ele havia se casado em 1992. O casal e seus quatro filhos permaneceram morando na Espanha por um ano.


Ricky Schroder e sua família

De volta aos Estados Unidos em 2010, ele retomou sua carreira de ator, aparenco como ele mesmo na comédia O Pior Trabalho do Mundo (Get Him to the Greek, 2010). Em 2013 ele atuou ao lado de Luke Perry no telefilme Goodnight for Justice: Queen of Hearts (2013). O Segundo filho de Ricky, Luke Schroder, recebeu o nome em homenagem ao ator, de quem se tornou amigo na década de 90.

 Ricky Schroder e Luke Perry em Goodnight for Justice: Queen of Hearts


Seus filhos, Holden, Luke, Faith e Cambrie Schroder também são atores, e Ricky atuou ao lado de todos eles em Uma Segunda Chance (Our Wild Hearts, 2013), filme que também dirigiu.

 Luke e Ricky Schroder



Seu último trabalho no cinema, até o momento, foi no filme Locker 13 (2014). Depois ainda participou de alguns especiais da cantora e atriz Dolly Parton.

Atualmente Ricky Schroder vive em seu rancho no Colorado, comprado em 1998. Ele mantém uma instituição sem fins lucrativos, a Childhelp, que fiscaliza e ajuda crianças (principalmente artistas) que sofrem abuso em trabalhos infantís. Também participa da  Racing For Kids, em que celebridades correm para arrecadar dinheiro para hospitais infantis e da Wells of Hope, que constói poços artesianos para famílias carentes na Guatemala.

 Ricky Schroder, atualmente


Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube
Siga também nosso Instagram

Um comentário:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil