Morreu o coreógrafo e diretor Alan Johnson, diretor de Ser ou Não Ser (1983)


Morreu no dia 08 de julho o coreógrafo e diretor Alan Johnson, parceiro habitual em diversas produções do cineasta Mel Brooks.

Alan Scott Johnson nasceu em 18 de fevereiro de 1937, na Pensilvânia. Aos 20 anos ele estreou como dançarino na Broadway, atuando na primeira montagem de West Side Story, peça de Jerome Robbin que viraria filme em 1961.

Johnson havia sido contrato para ser substituto de um dos membros da gangue dos Jets, mas logo passou a ajudar Robbin na coreografia original do espetáculo, além de fazer parte do elenco original.

Em 1967 ele iniciou seus trabalhos no cinema, como coreógrafo do musical Primavera Para Hilter (The Producers, 1967), de Mel Brooks. Foi o primeiro de muitos trabalhos com o diretor, de quem se tornou amigo.

Com o cineasta, ainda faria parceria em Banzé no Oeste (Blazing Sadles, 1974), O Jovem Frankenstein (Young Frankenstein, 1974), A História do Mundo - Parte I (History of the World,: Part I, 1981) e Drácula, Morto Mas Feliz (Dracula: Dead and Loving It, 1995), último trabalho de Brooks como diretor.

Para Gene Wilder, habitual ator de Brooks, fez coreografias para O Irmão Mais Esperto de Sherlock Holmes (The Adventures of Sherlock Holmes' Smarter Brother, 1975) e O Maior Amante do Mundo (The World's Greatst Lover 1977), este último um filme dirigido por Wilder que satirizava Rudolph Valentino.

Alan Johnson também era o coreógrafo oficial das turnês  e especiais de TV de Shirley McLaine, e chegou a dirigir os números musicais das apresentações do Oscar na década de 70. Ele foi indicado oito vezes ao Prêmio Emmy de Melhor Coreógrafo, vencendo quatro vezes.

Em 1983 ele estreou como diretor, dirigindo Sou ou Não Sou (To Be or Not to Be, 1983), remake de uma comédia de 1942 de mesmo nome. O filme foi estrelado justamente por Mel Brooks e sua esposa Anne Bancroft.


Ele ainda dirigia Solarbabies - Guerreiros do Sol (Solarbabies, 1986), um filme de ficção e aventura, pós apocalíptico, que marcou a estréia do ator Jason Patrick nos cinemas. O seu último trabalho nos cinemas foi como coreógrafo do filme Neverland (2003).



Alan Johnson sofria de Mal de Parkinson, e faleceu em 08 de julho de 2018, aos 81 anos de idade.

Leia também: Chana Eden, a atriz que disse não a Hollywood

Curta nossa página no Facebook
Se inscreva no nosso canal do Youtube

0 comentários:

Enviar um comentário

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Postagem em destaque

A viagem de Clark Gable ao Brasil